Brasil exporta volume recorde de café em outubro

Agronegócio

Brasil exporta volume recorde de café em outubro

As exportações de café verde somaram 3,11 milhões de sacas
Por: -Roberto Samora e Peter Murphy
268 acessos

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações brasileiras de café atingiram um volume recorde em outubro, informou nesta segunda-feira o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), com uma forte demanda externa após a colheita de uma grande safra.

As exportações de café verde do país somaram 3,11 milhões de sacas em outubro, alta de 21 por cento em relação ao mesmo mês do ano passado, apagando a melhor marca anterior registrada em setembro deste ano (2,99 milhões de sacas). Antes desses volumes, o melhor mês havia sido dezembro de 2008, com 2,96 milhões de sacas.

As exportações totais, incluindo o equivalente em café solúvel, também foram recordes, somando 3,4 milhões de sacas de 60 kg, ante 2,8 milhões de sacas no mesmo mês de 2009.

Com os preços internacionais num crescente, atualmente no maior patamar em 13 anos na bolsa de Nova York, a receita também subiu fortemente, com as vendas totais somando 637,5 milhões de dólares em outubro, alta de 51,5 por cento ante o mesmo mês do ano passado. O executivo não soube dizer se a receita mensal é recorde, mas observou que certamente é uma das maiores.

"A situação só não é perfeita por causa do câmbio... Os preços encontraram o produtor com café, ele está se beneficiando, o único senão é o dólar", declarou à Reuters o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga.

Ele lembrou ainda que esta é uma época do ano em que o Brasil está quase que sozinho no mercado mundial, com a entressafra em outros países exportadores, e por isso o volume exportado também foi elevado.

No acumulado do ano, o Brasil exportou 23,65 milhões de sacas de café verde, alta de 4 por cento em relação ao mesmo período do ano passado. Incluindo o solúvel, as vendas somam 26,3 milhões de sacas, para uma receita de 4,34 bilhões de dólares, crescimento de 25 por cento na comparação com 2009.

Ele prevê que as exportações nos próximos dois meses totalizarão 5,5 milhões de sacas, elevando a receita em 2010 para um recorde.

"Com esse preço médio próximo de 190 dólares, estamos falando de 1 bilhão de dólares (em dois meses)".

Assim, a receita anual fecharia 2010 em um recorde de mais de 5 bilhões de dólares.

Os bons volumes exportados são registrados após o Brasil ter colhido uma das maiores safras de sua história, oficialmente estimada em cerca de 47 milhões de sacas.

As exportações de café arábica somaram no mês passado 3 milhões de sacas, e as de robusta, 113 mil sacas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink