Brasil exportou 42,1% a mais que a média de janeiro de 2019

CARNE SUÍNA

Brasil exportou 42,1% a mais que a média de janeiro de 2019

O valor pago por tonelada embarcada valorizou 30% na comparação com 2019
Por:
274 acessos

As exportações de carne suína in natura vêm registrado alta nos preços da tonelada embarcada e também no volume quando comparado ao mesmo mês de 2019. Em volume, até o dia 24, o Brasil embarcou 46,0 mil toneladas. Com 17 dias úteis no período a média diária de embarques é de 2,7 mil toneladas, 42,1% maior que a média registrada em janeiro de 2019 quando a média era de 1,9 mil toneladas por dia.

Em valores monetários as exportações somam na parcial do mês US$ 119,9 milhões, o total registrado para o mês janeiro em 2019 foi US$ 84,1 milhões. O valor pago por tonelada embarcada valorizou 30% na comparação com 2019. Naquele período o preço pago era de US$ 2009,00, já na parcial desse mês a média de preço registrada é de US$ 2609,00.

Em janeiro de 2019 as exportações brasileiras ainda enfrentavam o déficit deixado pela Rússia ao fechar o mercado para a carne suína brasileira, mas com os casos de Peste Suína Africana na Ásia, especialmente na China, o maior produtor mundial, o Brasil recuperou as exportações. As expectativas para os próximos meses é de que esse bom desempenho seja mantido.

RESULTADOS GERAIS

Na quarta semana de janeiro de 2020, a balança comercial registrou déficit de US$ 561 milhões e corrente de comércio de US$ 5,693 bilhões, resultado de exportações no valor de US$ 2,566 bilhões e importações de US$ 3,127 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 11,397 bilhões e as importações, US$ 11,041 bilhões, com saldo positivo de US$ 356 milhões e corrente de comércio de US$ 22,437 bilhões.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink