FERTILIZANTES

Brasil importou 23,9 milhões de toneladas de fertilizantes em 2017

Os fertilizantes potássicos representaram 41% do total das importações
Por: -Leonardo Gottems
1101 acessos

Um levantamento realizado pela GlobalFert indica que a importação brasileira de fertilizantes Nitrogenados (N), Fosfatados (P) e potássicos (K) chegou a 23,9 milhões de toneladas em 2017. O volume teve um aumento de 18% se comparado com o que o País comprou no ano anterior.  

Os fertilizantes potássicos representaram 41% do total das importações, o que equivale 9,7 milhões de toneladas, os nitrogenados corresponderam a 36%, somando 8,7 milhões de toneladas e os fertilizantes fosfatados correspondem a 23%, o que significa 5,6 milhões de toneladas. Graziela Talarico, analista chefe da mesa de fertilizantes do GlobalFert, explica que o aumento dessas importações está ligado diretamente a produção de fertilizantes, o que faz com que o País seja mais dependente de produtos vindos do exterior.  

"As unidades produtoras de fertilizantes no Brasil tiveram alguns problemas no decorrer do ano de 2017 que ocasionaram períodos de interrupção da operação. A expectativa é que esse cenário permaneça em 2018 após o anúncio de hibernação de fábricas produtoras de nitrogênio”, declara. 

Entre os produtos nitrogenados, as importações que mais cresceram foram os de Ureia, que foram responsáveis por 63% do total, valor que representa 5,4 milhões de toneladas e que é 34% superior se comparado ao mesmo período de 2016. Mesmo com uma queda de 0,7% em suas importações, o Sulfato de Amônio (SA) ficou em segundo lugar, com 22% do total do nitrogenados, totalizando 1,9 milhões de toneladas. 

O MAP foi o fertilizante fosfatado mais importado, representando 65% do total, com crescimento de 34%, somando 3,6 milhões de toneladas. Já o segundo lugar ficou com o TSP, que teve sua compra acrescida em 27%, o que representa 16% dos fosfatados e totalizando 872 mil toneladas. 

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink