Brasil inicia próxima década com 44% do comércio mundial de carne avícola
CI
Agronegócio

Brasil inicia próxima década com 44% do comércio mundial de carne avícola

Liderança será parcialmente compartilhada com EUA
Por:
Em estudo renovado anualmente e cuja versão 2012 acaba de ser divulgada, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) projeta que em 2021, primeiro ano da próxima década, os cinco principais exportadores mundiais de carnes avícolas (frango e peru, exclusivamente) estarão comercializando internacionalmente pouco mais de 11 milhões de toneladas do produto, 28,5% a mais que o estimado para 2010.


Nesse contexto, a liderança – que vinha sendo parcialmente compartilhada com os EUA – ficará integralmente com o Brasil, que passará a deter 44% do total negociado por esses cinco exportadores.

Notar que, nessas projeções, o USDA não computa, por exemplo, as exportações de patas de frango. Daí o fato de Brasil e EUA estarem praticamente empatados em 2010 quando, na realidade, a liderança brasileira vem desde 2004.





Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.