Agronegócio

Brasil negocia regras para vender biodiesel à UE

O governo negocia com a UE a definição de padrões internacionais de qualidade para o biodiesel
Por: -Cibelle Bouças
1 acessos
O governo brasileiro abre no próximo ano uma frente de negociações com a União Européia para definir padrões internacionais de qualidade para o biodiesel e, dessa forma, tornar viáveis as exportações do combustível. Hoje, a produção brasileira não atende às especificações européias, que exigem que o combustível seja à base de canola. "Enquanto houver essa regra, será impossível exportar", diz Roberto Ardenghy, superintendente de abastecimento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).


Ele aponta como outro fator que dificulta os embarques a imposição de uma taxa de 18% sobre o valor exportado. Ardenghy observa que o Brasil fez exportações esporádicas, para teste de qualidade, e que existe interesse dos grupos europeus em receber o biocombustível brasileiro. Em fevereiro, representantes do governo brasileiro reúnem-se com a Comissão Européia em Bruxelas para avançar nas discussões.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink