Brasil se torna – enfim! – o segundo maior produtor mundial de carne de frango

Agronegócio

Brasil se torna – enfim! – o segundo maior produtor mundial de carne de frango

USDA ao projetar as tendências mundiais da carne de frango, apontou o Brasil como segundo maior produtor mundial
Por:
691 acessos

Ao longo dos últimos anos, em várias ocasiões, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), ao projetar as tendências mundiais da carne de frango, apontou o Brasil como segundo maior produtor mundial, superando a China e ficando atrás, apenas, dos EUA.

Mas isso nunca se concretizou, seja porque a produção brasileira reduziu seu ritmo de expansão ou porque a expansão chinesa acabou sendo maior que a originalmente prevista.

No biênio 2010/2011, por exemplo, a produção brasileira foi muito similar à chinesa, sinalizando superação muito próxima. Mas nos dois anos seguintes o volume de carne de frango produzido retrocedeu e o segundo lugar tornou-se algo mais distante.

Nos dois últimos anos (2014 e 2015) o processo se repetiu. Mas, desta vez, a possibilidade de a China vir a obter incremento anual da ordem de 4% (como ocorreu em 2012) foi tolhida pela política sanitária chinesa. 

Explicando, com a ocorrência de Influenza Aviária nos EUA, em 2015 o governo chinês fechou totalmente as portas aos produtos avícolas norte-americanos. Como isso incluiu reprodutoras, a avicultura chinesa perdeu as condições de manter a produção anterior e o previsto para este ano é um volume de carne de frango cerca de 5% menor.

O Brasil, com certeza, dificilmente atingirá os 13,6 milhões de toneladas que vêm sendo previstos pelo USDA. Mas, também com certeza, a produção brasileira estará acima dos 13 milhões de toneladas. 

Assim, ainda que o ano tenha sido marcado por eventos que colocaram a atividade em dificuldades jamais observadas, em 2016 a avicultura brasileira poderá comemorar o título de segundo maior produtor mundial de carne de frango. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink