Brasil tenta suspender embargo à carne

Agronegócio

Brasil tenta suspender embargo à carne

Técnicos brasileiros e russos terão uma nova reunião
Por:
1725 acessos
Brasília - Técnicos brasileiros e russos terão uma nova reunião hoje (4), em Moscou, para tentar suspender as restrições à importação de carne suína brasileira. O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, disse durante a semana que a presidente Dilma Rousseff liberou R$ 50 milhões para modernização dos laboratórios de análise dos alimentos brasileiros. O objetivo dos investimentos é fazer que a infraestrutura brasileira passe a corresponder a níveis internacionais de qualidade.

De acordo com Rossi, o acordo entre ele e Dilma foi informal. Os recursos, portanto, só serão liberados após a apresentação de um projeto feito por grupo técnico do ministério. Segundo ele, o ministério já havia autorizado técnicos brasileiros a recorrerem a laboratórios privados - tanto nacionais quanto estrangeiros- para que as exigências russas fossem cumpridas.

Wagner Rossi, na cúpula do G-20 agrícola, em Paris, teve encontro com o chefe do serviço veterinário da Rússia, Sergei Dankvert, e garantiu que o Brasil está disposto a atender às exigências russas.

Na missão técnica que irá a Moscou, serão apresentadas 140 empresas capazes de retomar o comércio de acordo com os padrões exigidos. O embargo à carne suína brasileira tem sido imposto pela Rússia desde abril deste ano.

Folhapress

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink