BRDE discute a avicultura no Brasil e no mundo
CI
Agronegócio

BRDE discute a avicultura no Brasil e no mundo

Maior exportador e terceiro maior produtor mundial de frango, o Brasil responde por 40% do comércio mundial do setor
Por: -Renata

Maior exportador mundial de frango, o Brasil cresce no setor apesar do câmbio desfavorável, do aumento no preço de insumos e grãos e da expectativa de desaceleração econômica. O panorama atual da avicultura no Brasil e no mundo foi o tema de uma mesa redonda promovida hoje, 2, pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, na Expointer. O evento reuniu os presidentes do BRDE, Mario Bernd, da Emater, Mário Nascimento e da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (Abef), Francisco Turra, além do diretor de relações internacionais da Sadia, José Augusto de Sá.

O volume de frango exportado no primeiro semestre de 2008 atingiu 2.181 mil toneladas, um aumento de 19,36% em relação ao mesmo período do ano passado. A previsão para este ano é que o setor exporte 3.750 mil toneladas, gerando um faturamento de 6,2 bilhões de dólares. A região Sul do Brasil é responsável por 82% da produção avícola brasileira, terceira maior do planeta.

Turra destacou o profissionalismo do setor no Brasil. “Nenhuma outra atividade distribui renda e dissemina oportunidades como a avicultura, que passa por um momento excepcional”, afirmou. O frango brasileiro é exportado para 153 países; a Índia abriu o mercado para o Brasil após a Rodada de Doha, em julho, e a China deve começar a importar frango brasileiro em breve, pressionada pela demanda interna.

Para Turra, ainda é preciso investir na modernização dos aviários e estimular o plantio de milho – a avicultura consome 50% da produção brasileira do cereal –, além de reduzir a burocracia brasileira nas exportações.

Sadia investirá volume recorde em 2008

Responsável por 46% das exportações de frango do país, a Sadia investirá R$ 1,6 bilhões em 2008, a maior quantia da história da empresa, anunciou durante o evento o diretor de relações internacionais da Sadia e conselheiro da Abef, José Augusto de Sá.

Líder na produção de congelados e resfriados no Brasil, a Sadia compra carne de frango e suína de 9.700 famílias produtoras, e tem 12.500 produtores rurais fornecedores de soja e milho. Para Sá, o Brasil tem capacidade para atender todos os mercados do mundo. “Nossos padrões de higiene e controle da produção são os melhores”, garantiu.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.