BRF e JBS serão investigadas por suposto cartel

AVES E SUÍNOS

BRF e JBS serão investigadas por suposto cartel

Empresas dizem que agem de acordo com as regras concorrenciais e rechaçam alegação
Por:
904 acessos

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vai iniciar uma investigação contra a BRF e a JBS para apurar uma suposta formação de cartel em carne suína e de aves, segundo blog do colunista Lauro Jardim.

A investigação foi motivada após os presidentes das duas empresas — Gilberto Tomazoni, da JBS, e Lorival Luz, da BRF — terem dito ontem, em evento público, promovido pelo Credit Suisse, que repassariam a alta do milho aos preços das carnes de frango e suína, como informou o Valor.

De acordo com o blog, a autorização para iniciar a investigação já foi assinada pelo superintendente-geral do Cade, Alexandre Cordeiro.
 
Conforme o Valor também já informou, a possibilidade de que pode haver algum repasse do aumento dos custos para as carnes já era considerada no mercado.

O que as empresas dizem
 
A BRF disse que “age de acordo com as regras concorrenciais”.

“A BRF atua de forma ética e íntegra em todos os seus negócios, tendo segurança em afirmar que age de acordo com as regras concorrenciais. A Companhia não foi notificada sobre qualquer investigação, mas informa que permanece à disposição das autoridades para todos os esclarecimentos que se façam necessários”, afirmou a companhia, em nota.

A JBS informou, em nota, que “rechaça qualquer alegação de prática de cartel”.

“A JBS informa que não foi notificada da abertura de nenhum processo investigativo no Cade até o momento e rechaça qualquer alegação de prática de cartel pela companhia”, afirmou a empresa, em nota.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink