BRF vê crescente competição por milho com indústria de etanol, busca alternativas

Milho

BRF vê crescente competição por milho com indústria de etanol, busca alternativas

Brasileira BRF tem enfrentado crescente competição pela oferta de milho
Por:
509 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A brasileira BRF, uma das maiores produtoras de carne suína e de aves do mundo, tem enfrentado crescente competição pela oferta de milho, principal matéria-prima da companhia, com o aumento da produção de etanol de milho no Brasil, disse o presidente da companhia nesta quarta-feira. Pedro Parente afirmou durante evento em São Paulo que a situação coloca desafios adicionais para a empresa assegurar matéria-prima para ração a custos razoáveis.

O etanol de milho é uma tendência relativamente nova no Brasil, mas tem tido um desenvolvimento rápido em Mato Grosso, Estado que é o principal produtor de grãos do Brasil, também um dos maiores exportadores do cereal.

Parente disse que a companhia já está utilizando ingredientes alternativos para a produção de ração, como os grãos secos por destilação (DDGs, na sigla em inglês), derivado da fabricação de etanol de milho. A sua utilização dependende da relação de custos com o farelo de soja, outro ingrediente da alimentação animal.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink