BrTexas Genética consagra-se Melhor Criador e Expositor 2010 de Brangus

Agronegócio

BrTexas Genética consagra-se Melhor Criador e Expositor 2010 de Brangus

O criatório de Dourados/MS conquista os mais cobiçados títulos da raça no Brasil
Por:
1935 acessos

O criatório de Dourados/ MS conquista, pelo segundo ano consecutivo, os dois mais cobiçados títulos da raça Brangus no Brasil

Juntos, os selecionadores Carlos Alberto Viviani, Fábio Garcia Borges e Orlando Carlos Martins já dedicam 13 anos de trabalho intenso à pecuária, e em 2010, resultou numa dobradinha da raça Brangus através da conquista da premiação almejada por tantos selecionadores: Melhor Criador e Melhor Expositor do ranking nacional da Raça Brangus. Com fazenda sediada em Ponta Porã/ MS e escritório comercial fixado em Dourados/ MS, a BrTexas Genética celebra esta importante vitória pelo segundo ano consecutivo pois, em 2009, o título foi de Melhor Criador do ranking nacional.

Dezoito animais que compõem o time de pista principal, divididos entre 10 machos e 8 fêmeas, contribuíram para este caminho em busca da posição mais alta do pódio. Entre as estrelas deste time, destaca-se o macho BrTexas 8048 TE (Malibu X Chaparral C253) que conquistou três importantes títulos em 2010, sagrando-se Grande Campeão da Feicorte, Campeão Macho da Nacional de Dourados e Reservado Grande Campeão de Londrina. Além disto, o mesmo animal também ocupou, em 2009, o posto de Reservado Grande Campeão de Esteio, foi o Grande Campeão em Dourados e 3º Melhor Macho Nacional.

“Estes resultados comprovam que estamos no caminho certo a partir dos conceitos que orientam nosso processo de seleção”, comenta Carlos Viviani, complementando que estas conquistas representam grande importância pois promovem os animais do plantel BrTexas Genética para o mercado de cruzamento industrial e, também, para outros criatórios de gado de seleção. “Consideramos esta dobradinha no pódio de 2010 um resultado muito positivo, uma vez que, respaldados por este aval, temos alcançado um forte espaço no mercado e fidelizando nossos compradores de reprodutores”, comemora Fábio Borges.

Carlos Viviani reforça que o resultado dos animais nas pistas auxilia a conceituar o direcionamento do criatório, pois permite comparar o trabalho que vem sendo realizado do lado de “dentro da porteira” com os demais criadores e expositores. Viviani complementa que muitas das observações anotadas pelo trio de sócios do criatório servem de base para a tomada de decisões, principalmente com relação a orientação de seleção e introdução de genética nova no rebanho. “A troca de experiências com os demais expositores também tem nos proporcionado importantes informações técnicas e práticas que são muito úteis no manejo dos animais da propriedade”, explica, complementando que as exposições rankeadas são as mais representativas, pois permitem aos criadores observarem um volume maior de animais e, também, comparar àqueles que apresentam melhor qualidade em nível nacional.

E, como resultado desta observação e prática no dia-a-dia do plantel, Viviani lembra as conquistas de 2009 e 2010. “No ano passado, conseguimos o primeiro lugar como criador e o segundo como expositor e, neste ano, atingimos o ponto máximo tão almejado com a conquista do primeiro lugar nas duas posições!”

Engenheiros agrônomos com mestrado em produção vegetal e fertilidade de solo e nutrição de plantas, os proprietários da BrTexas Genética trabalham juntos na pecuária desde 1997 e se baseiam nas estatísticas fornecidas por programas próprios de melhoramento genético, em busca de animais que se encaixem nos três pilares que sustentam a seleção: adaptabilidade ao clima tropical, fertilidade e consistência genética. Com a raça Brangus, a lição de casa começou ser realizada em 2006 quando os sócios adquiriram um rebanho de 200 matrizes registradas da raça Brangus, na liquidação do criatório da Fazenda Chaparral, do MS. “Optamos pelo Brangus pois esta raça permite agregar preço sem perder em produtividade e adaptação. O mercado remunera atualmente 10% a mais comparando-se com animais anelorados. E as fêmeas são muito produtivas, leiteiras precoces, férteis, rústicas e mais adaptadas para a produção a campo”, explica Carlos Viviani.

Hoje, o plantel Brangus puro soma 1.400 animais, sendo fracionados em 565 vacas, 200 novilhas, 150 garrotes, 230 bezerros, 230 bezerras e 25 touros que usufruem de uma área total de 2.400 hectares bem distribuídos entre pastagem e reserva florestal e de preservação permanente, devidamente protegida e cercada, alinhando a pecuária do plantel aos indispensáveis conceitos de sustentabilidade. “não adotamos um método de tentativa e erro, no melhoramento da raça Brangus, utilizamos muito as análises estatísticas do nosso programa de melhoramento, buscando sempre a genética ideal que resulte em maior lucro ao produtor” – ressalta Orlando Carlos Martins, sendo complementado por seu sócio Viviani “Vamos incrementar a produção de Brangus e planejamos produzir cada vez mais animais adaptados a região Centro-Oeste, contribuindo dessa forma para o aumento do lucro liquido dos pecuaristas que utilizam nossa genética, que é nosso objetivo principal”, ele finaliza.

Durante 2010, todos os animais Brangus do plantel foram submetidos à avaliação do banco de dados do Programa Natura para o Sumário 2011. Este sumário contém avaliações de 18 diferentes características que asseguram uma melhor produtividade genética na próxima safra de bezerros. Ou seja: a BrTexas Genética em breve trará boas novas ao mercado!

Informações adicionais sobre os animais e sobre a genética deste plantel podem ser obtidas através do site oficial WWW.brtexasgenetica.com.br ou pelo telefone (67) 3421-3005.

As informações são da assessoria de imprensa da BrTexas Genética.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink