Cadeia do trigo do RS reivindica redução de ICMS

Agronegócio

Cadeia do trigo do RS reivindica redução de ICMS

O trigo vem registrando aumento nos preços no mercado interno e externo
Por:
136 acessos

A Câmara Setorial de Culturas de Inverno esteve reunida, nessa quinta-feira (30-08), na Expointer para discutir sobre melhorias no setor. A principal cultura abordada foi o trigo, que vem registrando aumento nos preços no mercado interno e externo. No Rio Grande do Sul, a reivindicação do setor é reduzir o ICMS, hoje em 12%, para o trigo in natura comercializado para indústrias do Paraná e de São Paulo e aproveitar o momento favorável para elevar as vendas. De acordo com o presidente da Fecoagro, Rui Polidoro Pinto, o setor já marcou duas reuniões com o secretário da Agricultura, João Carlos Machado, mas foram canceladas.

O secretário afirmou que vai levar um estudo sobre o assunto para a governadora Yeda Crusius em setembro. "Após a entrega do trabalho, será marcada uma reunião do setor com a governadora", disse. A intenção do segmento é reduzir o imposto para, no máximo, 2%, como já ocorre no Paraná. O RS deve colher o maior volume do cereal este ano com previsão de 1,5 milhão de toneladas, quase o dobro em relação ao ano passado.

No encontro, que reuniu produtores e indústrias do RS e de outros estados, foi apontado que os preços da tonelada do cereal devem se manter elevados até outubro, quando começa a entrar a safra. "Há procura pelo produto gaúcho. Uma empresa de São Paulo adquire até 170 mil toneladas por ano", ressaltou o representante do Sindicato das Indústrias de Trigo do Estado de São Paulo (Sindustrigo), Fernando de Souza.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink