Café: Amostras finalistas passam por etapa final de degustação
CI
Agronegócio

Café: Amostras finalistas passam por etapa final de degustação

Os cafés selecionados para a grande final receberam as notas de degustadores de âmbito estadual, nacional e internacional
Por:
As amostras finalistas para o 11º Prêmio de Qualidade para os Cafés das Montanhas do Espírito Santo foram colocados mais uma vez em avaliação nesta quarta-feira (30). Os cafés selecionados para a grande final receberam as notas de degustadores de âmbito estadual, nacional e internacional. O evento é realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) em parceria com a Real Café Cafuso, Empresas Tristão, UCC Ueshima Coffee, Sebrae e Bandes, e coordenado pela Cooperativa dos Cafeicultores das Montanhas do Espírito Santo (Pronova), a divulgação e a entrega dos prêmios aos vencedores acontecerá neste sábado (03).


A degustação, que compôe 80% da nota do concurso, teve sua primeira etapa na sede do Café Tristão, em Viana, onde foi avaliado por um grupo de 11 jurados entre capixabas, brasileiros e japoneses. A etapa final foi dividida em quatro partes, como o teste de aroma do pó seco do café, o aroma em fusão - quando tem a introdução de água quente, e a avaliação do aroma com a quebra da crosta - após a mistura do café. E por último a prova de degustação, que selecionou os 30 melhores cafés de montanhas do Estado.

Nesta quinta-feira (01), os degustadores realizam uma nova prova com o mesmo formato para decidirem quais serão os vencedores do 11º Prêmio de Qualidade para os Cafés das Montanhas do Espírito Santo.

Os finalistas também tiveram em suas propriedades auditorias para avaliação dos critérios sócio-ambientais, analisando a rastreabilidade dos cafés, o uso de fertilizantes e de defensivos agrícolas, além da analise da gestão do solo, colheita e pós colheita e os critérios das boa práticas voltadas para preservação do meio ambiente e a conservação dos recursos naturais. A segurança e saúde do trabalhador também conta nesta etapa de avaliação, que equivale a 20% da nota final dos cafés.


O grupo de técnicos julgadores é composto pelos degustadores, Goushi Ogawara e Kazuya Ujimori – UCC Coffe do Brasil, Jack Silva – Syngenta, Eduardo Melo, Rafael Marques – Pronova, Carlos Novaes – Tristão Bahia, Junior Aouila – Tristão Manhuaçu, Roberto Ohnesorge – Tristão Vitória, Edson Casado – UCC Santos, Francisco Barbosa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Pranoto Soenarto – Indonésia.

O Prêmio reconhece os melhores produtores de café da variedade arábica, cultivada de forma sustentável nas montanhas capixabas, além de incentivá-los na busca constante da melhoria da qualidade, como meio mais eficaz de conquistar novos mercados e atender à crescente demanda por produtos diferenciados.


O evento irá premiar e anunciar os vencedores do concurso no dia três de dezembro deste ano. Os 10 primeiros colocados receberão certificados de qualidade e prêmios em dinheiro. O décimo, nono e oitavo lugares receberão R$ 1 mil, o sétimo colocado receberá R$2 mil, o sexto R$ 3 mil, o quinto, R$ 4 mil e o quarto lugar receberá do concurso o prêmio no valor de R$ 5 mil reais. Os vencedores das três primeiras posições receberão R$ 10 mil para o terceiro lugar, R$ 15 mil para o segundo, e R$ 20 mil para o primeiro lugar.

Os lotes de cafés, inscritos desde o início das avaliações, se estiverem 100% enquadrados nos padrões estabelecidos pelo concurso, serão comprados pela organização do evento, a partir da cotação da Bolsa de Mercadorias e Futuros, para serem comercializados.


Café Arábica no Espírito Santo

O arábica é produzido em 43 municípios capixabas - em regiões com altitude superior a 500 metros -, envolvendo 20 mil propriedades. Cerca de 70% da produção advém das regiões do Caparaó e Serrana, sendo que os principais municípios produtores são Brejetuba, Iúna, Vargem Alta, Muniz Freire, Irupi, Ibatiba. A safra 2011/2012 do

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.