PRODUTIVA

Café: Colômbia deve bater recorde de produção

País não registrava produção recorde desde os anos 90
Por: -Leonardo Gottems
67 acessos

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou um novo relatório sobre a produção de café da Colômbia. No relatório, o órgão norte-americano prevê uma produção de 14,6 milhões de sacas. De acordo com USDA, o novo recorde de produção se dá em função de condições climáticas favoráveis e de plantações renovadas, aumentando a produtividade. Na safra anterior, a Colômbia havia colhido 14,5 milhões de sacas.

O USDA ainda prevê que se o clima continuar ajudando nas regiões produtoras colombianas, a produção pode chegar a 14,7 milhões de sacas. A maior parte do volume produzido pelo país vizinho vai para exportação, especialmente para os Estados Unidos. Para a temporada 2017/2018, a estimativa de exportação colombiana do USDA é de 13,6 milhões de sacas.

O USDA explica que o programa de replantação das plantas de café reduziu a idade média das plantas de 15 para 7 anos com um aumento significativo da produtividade. Um plano do governo e da Federação de Cafeicultores da Colômbia tem a meta de replantar 90 mil hectares e chegar a uma produção de 18 milhões de sacas. A produtividade já subiu 32% na última década para 18,2 sacas por hectare.

No caso das exportações, o aumento é mínimo comparado ao ano passado em um volume aproximado de 10 mil toneladas.

O USDA cita que o Instituto Meteorológico da Colômbia diz que há 65% de chances de ter La Niña durante o desenvolvimento das lavouras no final deste ano e início de 2018. O país sul-americano não registrava recorde de produção desde os anos 90.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink