Café orgânico brasileiro ganha espaço na Alemanha
CI
Agronegócio

Café orgânico brasileiro ganha espaço na Alemanha

Biofach ocorre em Nuremberg, na Alemanha, entre os dias 15 e 18 de fevereiro
Por:
Das lavouras baianas para a Bavária. Especialistas de diversas partes do mundo conhecerão o sabor do café orgânico da Cooperativa de Produtores Orgânicos e Biodinâmicos da Chapada Diamantina (Cooperbio). Com apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a entidade participará pela primeira vez da maior feira de produtos sem agrotóxicos e ecologicamente corretos do planeta, a Biofach. O evento ocorre em Nuremberg, na Alemanha, entre os dias 15 e 18 de fevereiro. A expectativa é de que os cafeicultores brasileiros aumentem a exportação de uma das frutas mais cobiçadas do planeta.


“Estamos confiantes e queremos fazer contato com compradores. A Europa é grande consumidora de produtos agroecológicos. Já tivemos oportunidade de vender para ingleses e alemães, agora, com a feira, pretendemos retomar esse mercado”, detalha a presidenta da Cooperbio, Brígida Salgado. Ela conta que motivos para apostar no sucesso não faltam. A cada safra, baristas pontuam melhor o café orgânico da cooperativa. “Além do fator sustentabilidade, o sabor é diferente, adocicado e leve, com mais sabor de fruta mesmo, o que agrada bastante o público europeu”, explica.

A Cooperbio está entre as nove entidades brasileiras que participarão da Biofach. Elas ocuparão um estande coletivo de 112 m²: o Projeto Organics Brazil/IPD/MDA, espaço do MDA em parceria com o Instituto de Promoção do Desenvolvimento (IPD). “Vamos levar amostras de café torrado e moído. No entanto, levaremos mais do grão cru, preferência de boa parte das cafeterias estrangeiras que gostam de torrar seus cafés. Também haverá degustação para os visitantes”, destaca Brígida Salgado.


Ela afirma que o auxílio do Ministério do Desenvolvimento Agrário é imprescindível para o crescimento da cafeicultura. “Recebemos diversos incentivos, um deles é a participação em feiras, o que dá visibilidade aos produtos da agricultura familiar e nos ajuda a entender melhor os nichos de mercado. Antes, víamos o café apenas como commodities. Hoje vemos a possibilidade de exportar micro lotes de cafés orgânicos especiais com qualidade de bebida fina. Na linguagem técnica, isto sem dúvida agrega valor ao produto”. Brígida Salgado também destaca a venda direta, por meio da cooperativa: “o agricultor familiar está ganhando 150% a mais do que ganhava vendendo seu café individualmente”, comemora.

Esta é a nona vez que o MDA leva empreendimentos para a Biofach. O diretor do Departamento de Renda e Agregação de Valor da Secretaria da Agricultura Familiar do MDA, Arnoldo Campos, explica que o mercado de orgânicos cresce mais de 10% no mundo e estar na feira novamente representa uma conquista no mercado internacional. “As palavras orgânico, agricultura familiar e Brasil estão cada vez mais associadas lá fora como uma oferta de produtos diferenciados. Essa presença continuada mostra que existe capacidade de oferta e empreendimentos capazes de ocupar o espaço. Para a agricultura familiar, significa mais mercado, renda e produção. Eles terão oportunidade de gerar negócio onde muitas vezes nem imaginavam”, enfatiza o representante da pasta.



O café orgânico da COOPERBIO

A Cooperativa de Produtores Orgânicos e Biodinâmicos da Chapada Diamantina foi constituída há quatro anos. Mas, os agricultores já trabalhavam em conjunto há dez. No início eram 20 produtores. Com o crescimento, o número passou para 28, sendo que dois cooperados são técnicos voluntários que ajudaram na criação da entidade. As áreas de produção têm em média cerca de cinco hectares.

Aproximadamente 300 sacas de café são produzidas por safra (anual), o que equivale a 18 mil quilos. O crescimento da Cooperbio reflete o avanço da atividade no Brasil. Segundo Brígida Salgado, estima-se que 60% da produção total do café no país (orgânica ou convencional) seja fruto da agricultura familiar. Mais informações sobre a cooperativa no site www.serrasdachapada.com.br.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.