Café registrou alta na sexta-feira na bolsa de NY

Agronegócio

Café registrou alta na sexta-feira na bolsa de NY

Há especulações de que a alta no real está limitando as exportações brasileiras
Por:
35 acessos

Folha de São Paulo - O preço do café subiu em Nova York devido a especulações de que a alta do real está desestimulando as exportações brasileiras (maior produtor mundial do grão) das commodities cujos preços são fixados em dólar. A moeda brasileira se valorizou em 12% neste ano ante o dólar. Até quinta, as exportações de café do Brasil haviam recuado 5% neste mês, para 1,48 milhão de sacas, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café do Brasil).

Os vendedores brasileiros "estão recuando um pouco, pois eles pensam que os preços vão subir", disse Rodrigo Costa, da Fimat USA. Os contratos futuros de café para entrega em setembro subiram 1,3 centavo de dólar, ou 1,2%, passando a valer US$ 1,127 a libra-peso na Nybot, Bolsa de commodities de Nova York. Eles encerraram esta semana com baixa de 1,1%. Os contratos mais negociados subiram 16% nos últimos 12 meses.

Os exportadores brasileiros, que viram seus lucros serem corroídos pela alta do real, prevêem que a safra menor e o aumento do consumo ajudarão a elevar os preços, disse Costa. "Com uma quantidade menor do produto no mercado, eles acreditam que os preços vão subir".

A produção de café do Brasil deve recuar para 32,1 milhões de sacas no atual ano-safra, que vai de maio a outubro, a partir das 42,5 milhões de sacas da safra do ano passado, devido ao fato de os pés de café terem entrado no período mais lento de um ciclo produtivo de dois anos e a seca ter prejudicado a florada, disse o governo brasileiro. Os contratos futuros de café poderão cair para até US$ 1,07 a libra-peso caso as temperaturas baixem muito durante o inverno brasileiro, afirmam analistas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink