Café Tiradentes arremata em leilão o lote campeão do Late Harvest

Agronegócio

Café Tiradentes arremata em leilão o lote campeão do Late Harvest

Esta é a primeira vez que uma torrefadora brasileira participa do leilão do Late Harvest
Por:
147 acessos

O lote campeão do 4º Concurso de Cafés Naturais do Brasil – Late Harvest, do produtor Camilo do Carmo Andrade Melles, da Fazenda Diamantina, de São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, foi comprado nesta terça-feira (07-08), durante leilão internacional, via internet, pela indústria Nhá Benta/Café Tiradentes, de São Paulo. Esta é a primeira vez que uma torrefadora brasileira participa do leilão do Late Harvest. Com 20 sacas de café arábica variedade Catuaí, o lote foi arrematado por US$ 6,878,42, ou US$ 343,92 a saca (equivalente a R$ 656,20 a saca, valor 2,5 vezes superior ao pago na mesma data, pelo mercado, para este tipo de café, em torno de R$ 260,00 / 265,00).

Organizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, na sigla em inglês), o Concurso de Cafés Naturais do Brasil teve, nesta quarta edição, 12 lotes finalistas. Desse total, 10 foram adquiridos por empresas japonesas e o 2º colocado por uma empresa inglesa. "Esses cafés são muito específicos e o concurso é ultra-exigente com relação à certificação, o que restringe a participação de muitos produtores. O resultado, no escopo geral, foi muito satisfatório. Todos os lotes foram arrematados", avalia Alexandre Gonzaga, secretário-executivo da BSCA.

O café campeão da Fazenda Diamantina, certificado BSCA, passará a integrar a linha de Cafés Premiados Tiradentes. "Além de vender no mercado interno, vamos exportar um pouco também", diz Carlos Alberto Rodrigues, presidente da Nhá Benta, dona da marca Tiradentes, com a qual está presente na Coréia, onde possui há um ano duas cafeterias em Seul – as primeiras de uma futura rede. "Sempre compramos os cafés vencedores de certames regionais e estaduais e dos concursos nacionais realizados pela ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café. Esta foi nossa primeira experiência em um leilão internacional, e dá prosseguimento à nossa especialização em trabalhar com cafés especiais". As informações são da assessoria de imprensa da BSCA.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink