Cafés especiais de Minas vão a leilão
CI
Agronegócio

Cafés especiais de Minas vão a leilão

Os cafés especiais se sobressaem em anos de crise na cafeicultura, isso ocorre pela qualidade diferenciada
Por:
Os cafés especiais se sobressaem em anos de crise na cafeicultura, isso ocorre pela qualidade diferenciada

Mesmo com o mercado em baixa, lotes selecionados pelo concurso deverão ter preços altos durante o pregão


Os 22 lotes vencedores do "2º Concurso de Qualidade Cafés do BrasilCup of Excellence Natural Late Harvest", realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), serão leiloados no próximo dia 14. A expectativa é que sejam alcançados preços recordes pelos lotes de alta qualidade. A retomada dos compradores do Japão será fundamental para alavancar os negócios. Os lotes são todos de Minas Gerais e foram produzidos nas regiões Sul, Mata de Minas e Cerrado.


De acordo com a diretora executiva da BSCA, Vanuzia Nogueira, mesmo com o mercado do café em baixa, os lotes selecionados pelo concurso deverão ter preços altos durante o leilão. Isto devido à qualidade superior e aos lotes diferenciados que serão ofertados. "Os cafés especiais se sobressaem em anos de crise na cafeicultura, isso ocorre pela qualidade diferenciada e, em especial este ano, pela novidade", diz Vanuzia.

Uma das grandes apostas do leilão é do lote proveniente do Sítio São Joaquim, localizado no município de Conceição das Pedras, no Sul de Minas. O cafeicultor Jesimar de Oliveira Sandi produziu o melhor café natural do Brasil na safra 2012.

"O nosso diferencial será o lote do produtor Jesimar de Oliveira Sandi, que pela primeira vez participou de um concurso de qualidade do café e foi premiado como o melhor café natural de 2012. A aposta é que este produto seja um dos mais demandados, uma vez que tanto a produção como o município são novidades no mercado do café", avalia.

Outro ponto que irá favorecer o leilão é a retomada das empresas japonesas no leilão. Na última edição a participação foi impedida pela identificação, em níveis baixíssimos, do composto químico flutriafol, utilizado no combate da ferrugem nos cafezais.


Até o ano passado, o Japão impedia a importação de produtos que continham a presença de até 0,01 partes por milhão (PPM) do flutriafol. Após estudos realizados pelo governo japonês, o limite foi ampliado para 0,05 ppm, equiparando se ao limite do Brasil. "A retomada das empresas japonesas ao leilão é muito favorável, uma vez que os compradores são grandes apreciadores dos cafés especiais do país, e oferecem preços altos pelos lotes exclusivos", ressalta.

Controle - De acordo com a representante do setor de relacionamento com os associados da BSCA Dyala Castilho Marques, a associação firmou parceria com a Safe Trace Café, que, a partir de agora, será a responsável pela emissão, controle e envios do selo BSCA. O objetivo é aumentar a segurança do processo e ampliar ainda mais o reconhecimento e a credibilidade da associação em relação à sustentabilidade dos produtos especiais do Brasil, da lavoura ao consumidor final.

De acordo com Dyala, haverá modernização do processo e a partir deste ano os selos BSCA serão sofisticados com a introdução da tecnologia de Códigos QR, que permite aos consumidores consultar informações do lote de café através de smartphones e tablets.


"A introdução do QR Code será fundamental para a divulgação e ampliação dos cafés especiais produzidos pelos associados da BSCA. Através do novo selo será possível acessar de qualquer parte do mundo informações sobre o lote, as formas de produção e a fazenda produtora. Com isso, queremos diferenciar o produto e agregar valor ao mesmo", enfatiza.

Para ter acesso ao novo selo, os produtores precisam ser associados à BSCA e possuir certificação. Antes disso, os lotes de cafés passarão por avaliações físicas e pela prova de xícara. As bebidas que receberam notas acima de 80 pontos poderão utilizar o selo. O processo ainda está em fase de implantação, que deverá ser concluído ainda este ano. Alguns cafés já estão no mercado com o novo selo.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.