Calorão prejudica kiwi na Serra
CI
Agronegócio

Calorão prejudica kiwi na Serra

Estiagem agravada pelas altas temperaturas
Por:
A estiagem agravada pelas altas temperaturas vai reduzir a safra de kiwi do produtor Itamar Oss Emmer, de Caxias do Sul. Na colheita que começa em abril, ele deve obter somente 10 mil quilos, e não entre 25 mil quilos e 30 mil quilos como está acostumado. "Somente um terço deve ter boa qualidade." Segundo Emmer, plantas morreram e as frutas que vingaram foram prejudicadas em tamanho e qualidade. "Priorizei a irrigação para o alho e as últimas chuvas só foram benéficas para o caqui."


Com 100% da safra de kiwi entregue na Ceasa de Porto Alegre, ele já estima queda no preço. Emmer explica que os pequenos frutos, que serão a maioria, não devem passar de R$ 0,50/kg. "Nos maiores e mais bonitos vou tentar manter R$ 1,00 por quilo, como em safras anteriores." Também será difícil garantir a estratégia de guardar parte da produção em câmaras frias para vender depois da safra. "Com isso conseguia obter até R$ 2,00/Kg."


No caso das hortaliças, a hidroponia tem ajudado a manter algumas produções. Em Águas Claras, o produtor Armando Martins dos Santos diz que o calor é excelente para cultivo protegido porque acelera o desenvolvimento. "Consigo manter porque planejei a caixa d''água conforme a demanda e mantenho as estufas com sombra adequada." Mas o risco é grande. Na segunda-feira, ele diz que a temperatura dentro das estufas chegou a 54°C.
?
Detect language » Portuguese


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.