Câmara avalia mais prazo para averbação de reserva

Agronegócio

Câmara avalia mais prazo para averbação de reserva

Por:
256 acessos

A mesa diretora da Câmara dos Deputados analisará, após o recesso de julho, decreto legislativo aprovado nesta semana pela Comissão de Agricultura que derruba o prazo de 11 de dezembro como limite para a averbação de 20% de reserva legal nas propriedades rurais. A regra integra o decreto 6.514, que prevê penalidade para o descumprimento da legislação ambiental. Segundo o presidente do Iejur, Ricardo Alfonsin, que ontem participou do Meeting Jurídico, seria uma forma de ganhar tempo para rediscussão do texto, que considera inconstitucional. Alfonsin defende um plebiscito caso não haja consenso. "O que se espera é resolver essa questão até dezembro." Para o especialista em direito ambiental da Ufrgs Gustavo Trindade, a polarização dificulta uma discussão mais técnica. Ele acrescenta que é preciso acabar com o equívoco de que agora, de uma hora para outra, foram criadas regras que restringem a produção. O advogado reforça que o decreto 6.514 apenas confirma a lei vigente desde 1965, quando nasceu o Código Florestal Brasileiro. "O único fato novo é que o produtor que descumprir a lei será multado."


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink