Câmaras Setoriais discutem alternativas para aumento da produção de milho
CI
Agronegócio

Câmaras Setoriais discutem alternativas para aumento da produção de milho

Neste ano, devem ser exportadas 11 milhões de toneladas de milho e estocadas 9,5 milhões de toneladas
Por:

A adoção de alternativas para o aumento da produção de milho foi debatida nesta quinta-feira (7), em Brasília, pelos membros das Câmaras Setoriais das Cadeias Produtivas do Milho e do Sorgo e de Aves e Suínos. Entre as propostas apresentadas pelos grupos temáticos de “Produtividade e Custos de Produção” e de “Instrumentos de Estímulo à Produção” destacam-se a difusão de tecnologias, estímulos ao crédito rural e mecanismos de redução de riscos de renda e de produção.

Na opinião do presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Aves e Suínos, Rubens Valentini, as medidas serão transformadas em ações. “Nos próximos 15 dias, vamos consolidar os procedimentos e trabalhar junto às agências públicas e privadas”, ressaltou.

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias do Milho (Abimilho), Nelson Kowalski, apresentou propostas para agregação de valor ao milho. “A nossa meta é evitar que haja distorção no mercado e desestímulo à produção, principalmente na região Nordeste, em que parte do milho é destinada para o atendimento da avicultura e suinocultura local e a outra parte para a indústria de alimentação humana”, explicou Kowalski.

O presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Milho, César Borges, disse que, neste ano, devem ser exportadas 11 milhões de toneladas de milho e estocadas 9,5 milhões de toneladas.

De acordo com o 11º levantamento da safra de grãos divulgado nesta quinta-feira (7) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a produção de milho é de 58,5 milhões de toneladas, com área plantada de 14,7 milhões de hectares. Essa cultura em conjunto com a soja soma 83% da produção total de grãos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.