Câmbio e demanda firmes dão sustentação aos preços da soja grão e farelo de soja
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,126 (0,05%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)

Imagem: Marcel Oliveira

AGRICULTURA

Câmbio e demanda firmes dão sustentação aos preços da soja grão e farelo de soja

O dólar sustentado e a boa demanda são os principais fatores de alta nos preços da soja
Por:
1025 acessos

O dólar sustentado e a boa demanda são os principais fatores de alta nos preços da soja em grão e do farelo de soja no mercado brasileiro nos últimos dias. No caso do farelo, segundo levantamento da Scot Consultoria, o preço médio em São Paulo ficou em R$1.792,13 por tonelada, sem o frete, na primeira quinzena de julho, alta de 1,9% em relação ao fechamento do mês anterior.

O insumo está custando 40,8% mais na comparação com julho do ano passado. Para o curto prazo, a expectativa é de preços firmes para a soja em grão e farelo de soja no mercado interno, com a demanda dando sustentação e considerando um cenário de câmbio também firme. Mas se o dólar cair, as cotações da soja e farelo podem ceder pontualmente.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink