Câmbio mantém alta nos custos de produção em novembro

Agronegócio

Câmbio mantém alta nos custos de produção em novembro

Aumento na taxa de câmbio acabou por causar sem efeito a queda no preço dos fertilizantes no mês de novembro
107 acessos

O aumento na taxa de câmbio acabou por causar sem efeito a queda no preço dos fertilizantes no mês de novembro. O Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) fechou o último mês com alta de 0,67%. No acumulado do ano, o IICP apresenta um aumento de 10,82% reflexo de uma variação cambial de 16% nos últimos 12 meses. Os dados estão no relatório mensal de índices de inflação do agronegócio divulgado pelo Sistema Farsul nesta terça-feira (18/12).

Mas, se a alta do câmbio foi responsável pelo aumento nos custos de produção, o mesmo não acontece nos preços recebidos pelo produtor rural. Com o início da safra no hemisfério norte, os preços dos principais grãos caíram no mercado internacional, fazendo com que o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) reduzisse 5,04%. No acumulado do ano, o IIPR cresceu 17,17%, percentual distante do IPCA Alimentos que aumento 3,58% no período, comprovando o descolamento entre os preços do campo e das prateleiras dos supermercados. 

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink