Câmbio prejudica Minerva e prejuízo sobe para R$ 131 mi
CI
Agronegócio

Câmbio prejudica Minerva e prejuízo sobe para R$ 131 mi

Por:
Desconsiderados os efeitos da valorização do dólar, empresa lucraria R$ 24,6 milhões. No entanto, receita e Ebitda cresceram.

Assim como muitas outras empresas brasileiras, o Minerva teve seu resultado do segundo trimestre de 2012 prejudicado pela valorização do dólar frente ao real. O câmbio gerou um efeito negativo não caixa sobre a dívida, de R$ 198,8 milhões.

Com isso, o resultado financeiro da empresa foi negativo em R$ 274,2 milhões entre abril e junho deste ano, contra R$ 69,4 milhões um ano antes.

Esse impacto levou a empresa a registrar um aprofundamento das perdas líquidas, que somaram R$ 130,9 milhões no segundo trimestre, contra R$ 3,4 milhões em igual período de 2011.

De acordo com o Minerva, o lucro líquido ajustado para compensar o efeito cambial não recorrente e não caixa foi de R$ 24,606 milhões.

Receita e Ebitda

Apesar da queda no resultado final, o Minerva registrou um aumento de 14,6% na receita líquida, que passou de R$ 940,2 milhões para R$ 1,077 bilhão.

O indicador foi impulsionado pelo aumento de 2,3% no abate de animais, para 442,1 mil cabeças, e de 1% no volume de vendas, para 103 mil toneladas de carne.

"Atingimos 22,3% de market share nas exportações de carne in natura do Brasil no acumulado dos últimos 12 meses, crescimento de 1,5 p.p", notou a empresa.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) aumentou 41,4%, para R$ 112,7 milhões.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink