Campanha contra aftosa no MT: Indea coordena trabalho

Agronegócio

Campanha contra aftosa no MT: Indea coordena trabalho

O alto índice de vacinação espontânea se deve à parceria entre governo e setor produtivo
Por:
744 acessos

Ao concluir a vacinação, os pecuaristas devem anotar a quantidade de animais vacinados por sexo e faixa etária de sua propriedade e comunicar em um escritório do Indea, apresentando as notas fiscais da aquisição das vacinas o quanto antes. Nesta etapa da campanha de vacinação, os animais de todas as idade serão vacinados, já que na etapa de maio foram vacinados 11.557.116 do rebanho de bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses de idade, índice de 99,69%. O presidente do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Valney Corrêa de Sousa, diz que este índice é extremamente positivo pois demonstra a responsabilidade dos produtores rurais mato-grossenses com as ações do governo federal e principalmente do governo do Estado.

O alto índice de vacinação espontânea se deve à parceria entre governo e setor produtivo, já que Mato Grosso é responsável pela venda da carne para mais de 180 países. Segundo Souza, estar livre da aftosa com vacinação significa segurança para que o Estado continue crescendo no mercado interno e externo, já que esta é uma das exigências do mercado internacional e, portanto deve ser tratada com seriedade por todos os elos da cadeia da carne.

O vice presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), José João Bernardes, diz que os pecuaristas do Estado merecem ser parabenizados, pois cumprem o seu papel quando se trata de vacinação contra a febre aftosa. "Os criadores de gado de Mato Grosso estão mostrando que criam seus animais de forma séria e responsável, já que cumprem os prazos corretos e as determinações das entidades reguladoras. Com isso todos ganhamos".

A campanha de vacinação é coordenada pelo Indea-MT, instituição vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural, Fundo Emergencial de Saúde Animal, Superintendência Federal de Agricultura no Estado de Mato Grosso (SFA/MT) e Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, responsável pelo programa nacional de vacinação, atuando na liberação dos recursos nos prazos estabelecidos, garantindo o estoque de vacinas necessárias no mercado e evitando qualquer alteração de preço.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink