Canadá investirá milhões em pesquisa agrícola

MUNDO

Canadá investirá milhões em pesquisa agrícola

“A demanda por nossas lavouras e campos continua a crescer e esses investimentos em inovação e pesquisa ajudarão a incentivar nossos agricultores"
Por: -Leonardo Gottems
319 acessos

O governo canadense anunciou, nesta quarta-feira (16.01), que irá disponibilizar um financiamento de US$ 39,3 milhões para impulsionar a inovação e a pesquisa agrícola em cevada, trigo, soja e outras culturas diversas nos próximos cinco anos. De acordo com Lawrence MacAulay, ministro da Agricultura e Setor Agroalimentar, o projeto do  Canadian Agricultural Partnership também vai contar com auxílio de empresas privadas. 

“A demanda por nossas lavouras e campos continua a crescer e esses investimentos em inovação e pesquisa ajudarão a incentivar nossos agricultores a cultivar produtos de alta qualidade de forma sustentável, atendendo às demandas dos consumidores no país e no exterior por anos”, comenta. 

No caso da cevada, o projeto anunciado visa melhorar a produtividade do grão a partir da aplicação de ciência e tecnologia no setor de alimentos e, consequentemente, aumentar a resistência a doenças. Nesse cenário, os investimentos relacionados a cevada serão conduzidos pelo Conselho de Cevada do Canadá.  “O investimento contínuo em pesquisa e inovação de cevada para melhorar variedades, práticas de produção e utilização é de vital importância para a sustentabilidade e lucratividade contínuas da cadeia de valor da cevada”, disse Brian Otto, presidente do Conselho. 

Segundo Mike Cey, diretor de iniciativas corporativas da Ag-West Bio, que coordenará o setor de cultivos diversos, o financiamento será disponibilizado para pesquisa no desenvolvimento de variedades, proteção de cultivos, agronomia de produção e práticas de valor agregado para apoiar o crescimento de culturas diversas. “A diversidade de culturas é essencial para manter o ecossistema agrícola do Canadá saudável e produtivo. A pesquisa do Diverse Field Crops Cluster desenvolverá essas culturas de alto potencial e os mercados para acompanhá-las. Os agricultores terão mais culturas de alto valor para escolher”, conclui.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink