CAR pode voltar a ser coordenado pelo governo do estado em Mato Grosso

Agronegócio

CAR pode voltar a ser coordenado pelo governo do estado em Mato Grosso

Rogério Romanini, ressaltou que a entidade é a favor de ações que tornem o processo mais ágil
1624 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Rogério Romanini ressaltou que a entidade é a favor de ações que tornem o processo mais ágil

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), juntamente com outras entidades do setor produtivo do estado, se reuniu, nesta quinta-feira (20/10) com o secretário executivo da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), André Babynski para discutir a retomada do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para a esfera estadual.

Babynski explica que com a federalização do CAR o serviço passou a ser prestado pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB) que não conseguiu atender às necessidades de Mato Grosso. ?A prioridade do SFB é povoar a base dados, ou seja, saber quem está no campo. Esta não é a prioridade de Mato Grosso e sim analisar e emitir os documentos como PRA e CRA?.

Dos 111 mil cadastros que constam na base do sistema, temos aproximadamente 3.500 analisados e apenas 39 validados. Segundo Babynski, a intenção da retomada da autonomia para Mato Grosso é tornar o processo mais ágil atendendo às necessidades tanto do setor produtivo quanto as ambientais.  ?Estamos buscando uma alternativa para esse processo. Mas acreditamos que em seis meses conseguimos resolver o CAR em sua plenitude?.

O diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogério Romanini, ressaltou que a entidade é a favor de ações que tornem o processo mais ágil, mas reforçou que não se pode mais perder tempo. ?Precisamos de uma solução definitiva para o CAR. Não podemos mais ficar dando voltas sem sair do lugar. O produtor tem feito a sua parte e o que queremos é a contrapartida do estado para que não nos falte segurança jurídica para trabalhar?.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink