Caravana da Fruta irá percorrer sete regiões de SP

Agronegócio

Caravana da Fruta irá percorrer sete regiões de SP

A caravana visa levar informação e interação para pequenos produtores
Por: -Giuliano
96 acessos

Levar informação sobre produção, pós-colheita, cooperativismo, processamento, gestão da propriedade e comercialização a pequenos produtores de sete regiões de Saõ Paulo é o que pretende a Caravana da Fruta, que irá proporcionar a interação entre produtores, técnicos, acadêmicos e autoridades e inicia seu trajeto pela região de Sorocaba, na cidade de Pilar do Sul, nos dias 20 e 21 de junho.

Esta é uma ação do Fruta Paulista, projeto de capacitação em Boas Práticas Agrícolas e marketing realizado pelo Instituto Brasileiro de Frutas - Ibraf, em parceria com o Sebrae-SP e escritórios regionais de Araraquara, Araçatuba, Botucatu, Campinas, Itapeva, Presidente Prudente e Sorocaba. Seu objetivo é proporcionar aos participantes as informações necessárias para estruturar a propriedade e a plantação, visando à produção utilizando as melhores técnicas para garantir um produto com qualidade superior. A comercialização também será abordada com palestras instrutivas sobre o mercado nacional e internacional, pois apesar da grande produção do Brasil - cerca de 40 milhões de toneladas - os sistemas de comercialização são inadequados para o escoamento dessa produção.

Dirigida a todos os segmentos direta ou indiretamente ligados à fruticultura, a Caravana da Fruta irá atender as necessidades do produtor, pois segundo Eduardo Flud, gestor de projetos de agronegócio de Sorocaba, “os temas das palestras foram sugeridos pelos próprios produtores de acordo com as necessidades do setor na região”. Maurício de Sá Ferraz, coordenador do projeto, ressalta que “a Caravana da Fruta abre um canal de diálogo e troca de informações entre os produtores, pois de uma região para outra os desníveis em relação à tecnologia e ao mercado são significativos e esta falta de integração impede que os avanços já existentes cheguem diretamente aos produtores”. As informações são da assessoria de imprensa do Ibraf.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink