Caravana da Produção começa em julho no Pará

Agronegócio

Caravana da Produção começa em julho no Pará

A Caravana pretende realizar um diagnóstico da atual situação agropecuária nas 12 regiões de integração do estado
Por:
1780 acessos
O projeto Caravana da Produção, da Secretaria Estadual de Agricultura, foi apresentado nesta terça feira (07), pelo Secretário de Estado de Agricultura Hildegardo Nunes, aos demais órgãos que integram o Sistema Estadual de Política Agrícola, Agrária e Fundiária. O projeto foi criado para debater as questões do campo em todas as regiões do Pará e traçar estratégias de ação para o desenvolvimento do setor agropecuário do estado.

A Caravana da Produção pretende realizar um diagnóstico da atual situação agropecuária nas 12 regiões de integração do estado, a partir da discussão com lideranças locais, especialmente de produtores rurais, dos problemas e soluções para a perfeita execução das atividades no campo.

A caravana vai ter uma platéia qualificada formada por prefeitos, presidentes das Câmaras Municipais, Secretários Municipais de Agricultura, Ministério Público, sindicatos de produtores e trabalhadores rurais, Associação Comercial e instituições financeiras.

Na reunião também foram discutidos subsídios para a programação da Caravana que começa no dia 1º de julho, em Marabá. Para garantir a obtenção de informações qualificadas, foi elaborado um questionário enviado para os Secretários Municipais de Agricultura para posterior discussão na Caravana e buscar soluções para os problemas. Serão levantadas as demandas e definido o perfil da produção de cada município para fortalecer o Plano Plurianual (PPA) do governo.

Participaram da reunião, além do secretário Hildegardo Nunes, o diretor presidente da Central de Abastecimento do Pará (Ceasa) Marco Raposo, o diretor técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) Humberto Reale Filho, os diretores da Sagri Eliana Zacca (adjunta), Iacira Sidrin (financeira) e Francisco Neto (técnico), além dos gerentes Geraldo Tavares (Fruticultura) e Sérgio Menezes (Executivo de Agronégócio).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink