Carne bovina, economia e mercado externo

Carne

Carne bovina, economia e mercado externo

Varejo tem apostado em um escoamento fraco na primeira semana de abril e, portanto, enfraqueceu sua demanda no atacado
Por:
140 acessos

Apesar da virada de mês, período no qual normalmente há maior liquidez no mercado da carne, o varejo tem apostado em um escoamento fraco na primeira semana de abril e, portanto, enfraqueceu sua demanda no atacado. Na comparação semanal, na média de todos os cortes de carne bovina sem osso pesquisados, a cotação ficou praticamente estável (+0,2%). Estendendo a análise, desde o começo do ano os preços dos cortes caíram 3,5%, em média.

O platô que a economia do Brasil se encontra acabou desenhando um quadro difícil para o escoamento da carne bovina.  Alguns dos indicadores que monitoram a disposição do consumo da população sinalizaram isto. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) recuou em março para o menor patamar observado desde de outubro do ano passado (FGV). 

A demora na implementação das reformas vem ditando o ritmo lento da recuperação econômica, assim o otimismo dos consumidores não é mais o mesmo de três meses atrás. Diante da fragilidade da situação do país, o andamento da agenda econômica é fundamental para que a roda volte a girar.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink