Agronegócio

Carne brasileira para a Rússia gera disputa de preço

Importadores russos tentam, há três semanas, renegociar os preços do produto
Por: -Alda do Amaral Rocha
7 acessos
Cerca de 30 mil toneladas de carne bovina brasileira exportadas à Rússia entre setembro e outubro deste ano estão retidas no porto de São Petesburgo ou em navios que se dirigem ao país depois que importadores que atuam no mercado russo iniciaram uma tentativa, há cerca de três semanas, de renegociar os preços do produto. A estimativa de volumes é de analistas e operadores que atuam no setor.


A situação - que já tem efeitos sobre o mercado interno e externo - foi deflagrada depois que a holandesa Van Luin Food Group, que atua na Rússia, decidiu pedir a renegociação dos preços de produto a frigoríficos brasileiros. O Valor apurou que a empresa tenta baixar os preços porque após a reabertura dos mercado russo para a carne de São Paulo e Goiás no dia 6 de outubro, as cotações recuaram por conta da maior oferta esperada de carne brasileira.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink