Carne de frango: produção recuou no 3º trimestre, mas não no ano

Agronegócio

Carne de frango: produção recuou no 3º trimestre, mas não no ano

Os números divulgados pelo IBGE mostram que o abate de frangos no terceiro trimestre de 2016 recuou em relação aos dois trimestres anteriores
Por:
207 acessos

Os números divulgados ontem pelo IBGE mostram que o abate de frangos no terceiro trimestre de 2016 – aqui, considerados apenas os estabelecimentos sob inspeção federal, estadual ou municipal – recuou em relação aos dois trimestres anteriores, apresentando queda de pouco mais de 2% no número de cabeças abatidas e de 1,4% no volume de carne produzida em relação ao mesmo trimestre de 2015.

Vale notar, entretanto, que as quedas observadas não alcançaram todo o terceiro trimestre, ficando restritas aos meses de julho e setembro. Ou seja: em agosto ocorreram aumentos significativos, que quase neutralizaram a redução do mês anterior. Além disso, o total acumulado nos nove primeiros meses do ano ainda registra evolução positiva, o mesmo ocorrendo com o acumulado nos últimos 12 meses (outubro de 2015 a setembro de 2016).

Considerando o peso médio por cabeça registrado nos nove primeiros meses de 2016 – perto de 2,260 kg por cabeça abatida – o abate de cerca de 1,375 bilhão de cabeças no quarto trimestre do ano será suficiente para igualar o volume de 2016 ao de 2015.

E como isso implica em abates mensais médios entre 450 e 460 milhões de cabeças – ou seja: ainda abaixo do que foi abatido até aqui – dificilmente se terá uma produção anual inferior à do ano passado. Pelo menos no sistema sob inspeção.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink