Carne de frango: volume inspecionado aumentou mais de 8% no primeiro semestre
CI
Imagem: Pixabay
PECUÁRIA

Carne de frango: volume inspecionado aumentou mais de 8% no primeiro semestre

Os dados do IBGE apontam que o número de cabeças abatidas teve expansão menor, de 5,69%
Por:

Depois de – obstada pela pandemia – registrar crescimento moderado e fechar o primeiro semestre de 2020 com uma expansão anual de apenas meio por cento, a produção de carne de frango em estabelecimentos sob inspeção federal, estadual ou municipal voltou a apresentar expansão significativa, fechando o primeiro semestre de 2021 com incremento de 8,29% sobre idêntico período do ano passado.

Os dados do IBGE apontam que o número de cabeças abatidas teve expansão menor, de 5,69%. O que fez a diferença, neste caso, foi o peso médio das aves abatidas, que aumentou quase 2,5% em relação ao primeiro semestre de 2020. Notar, a propósito, que o peso maior foi uma constante nos primeiros seis meses de 2021, ao contrário do ocorrido nos seis meses anteriores, julho a dezembro de 2020.

Considerado o total acumulado na primeira metade do corrente exercício e dado o comportamento do setor neste semestre, fica claro que a produção inspecionada de 2021 irá chegar e até superar os 14,5 milhões de toneladas. E se repetir o comportamento médio dos últimos 10 anos (volume do segundo semestre cerca de 2% superior ao do primeiro) irá alcançar 14,7 milhões de toneladas, aumentando quase 7% em relação ao ano passado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.