Carne de frango perde mais uma posição na pauta exportadora brasileira
CI
Agronegócio

Carne de frango perde mais uma posição na pauta exportadora brasileira

Redução foi mínima, de cerca de 0,1 ponto percentual
Por:
Em 2009, com a intensificação da crise econômica mundial iniciada no ano anterior, a carne de frango perdeu o quarto lugar que vinha ocupando na pauta exportadora brasileira e recuou para a quinta posição.

Permaneceu nesse posto por dois anos, pois, no ano que passou, enfrentou novo rebaixamento, caindo para a sexta posição. Mas desta vez não foi por mau desempenho. É que o mais tradicional produto da pauta exportadora brasileira, o café, apresentou avanço excepcional em 2011, o que lhe permitiu trocar de posição com a carne de frango.


Isso, naturalmente, implicou também em redução da participação da carne de frango no total da receita cambial brasileira. Mas a redução foi mínima, de cerca de 0,1 ponto percentual. Dessa forma, o produto respondeu por 2,8% das divisas obtidas pelo Brasil em 2011 com as exportações. E isso, convenhamos, não é pouco.


Note-se que os dados da SECEX/MDIC ora apresentados estão restritos à carne de frango in natura. Ou seja: com a inclusão final de industrializados e da carne de frango salgada, a receita global e a participação serão maiores que as apontadas na tabela abaixo





Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.