Carnes: Brasil e Rússia debatem comércio bilateral em Moscou

Agronegócio

Carnes: Brasil e Rússia debatem comércio bilateral em Moscou

A reunião abrangeu temas como agricultura, comércio, investimentos, finanças, energia e tecnologia
Por:
268 acessos

Após um mês da missão do ministro Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, à Rússia, o Brasil volta a tratar do comércio bilateral de produtos agropecuários. O secretário de Relações Internacionais do Agronegócio, Célio Porto, participou, nessa segunda-feira (20), do encontro ampliado dos co-presidentes da Comissão Intergovernamental de Cooperação Econômica, Comercial, Científica e Tecnológica (CIC), em Moscou.

A reunião abrangeu temas como agricultura, comércio, investimentos, finanças, energia e tecnologia. O secretário brasileiro questionou a distribuição de cotas de importação de carnes bovina, suína e de aves aplicadas pela Rússia. Segundo Porto, o modelo adotado, que privilegia Estados Unidos e União Europeia, não condiz com a realidade do mercado atual de carnes, na qual o Brasil é o maior exportador mundial de frangos e bovinos.

“Tendo em conta que o sistema de cotas em vigor expira neste ano, a proposta brasileira é que, a partir de 2010, o governo russo controle as importações apenas pela aplicação de tarifas, sem a imposição de cotas de importação”, explicou Porto. A ampliação das cotas foi um dos assuntos centrais da pauta de Stephanes, em sua visita à Rússia, em junho.

Ao longo da semana, o secretário do Mapa terá, ainda, reuniões bilaterais com autoridades russas para dar sequência aos entendimentos mantidos durante a visita do ministro àquele país.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink