Casos de ferrugem asiática chegam a 180
CI
Imagem: Divulgação
SAFRA 21/22

Casos de ferrugem asiática chegam a 180

A maioria está em Goiás, com 70 ocorrências do fungo, seguido de Mato Grosso, com 61
Por: -Eliza Maliszewski

A safra de soja 2021/22 já soma 181 casos de ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi). De acordo com dados do Consórcio Antiferrugem, da Embrapa Soja, já são 12 estados com ocorrências. A maioria dos casos está em Goiás, com 70 ocorrências do fungo, seguido de Mato Grosso, com 61 e em terceiro vem o Paraná com 13. Ainda aparecem casos na Bahia e Mato Grosso do Sul, cada um com 8, Tocantins (6), Piauí e São Paulo, cada um com 4 ocorrências, Maranhão (3), Minas Gerais (2) e Roraima e Rio Grande do Sul, cada um com 1 caso.

A grande maioria dos casos acontecem em estádios mais avançados da cultura, contabilizando menos prejuízos devido ao manejo preventivo adotado pelos produtores e o vazio sanitário. São observados 84 casos no estádio R5, 61 no R6 e 29 no R7.

As últimas detecções ocorreram no Rio Grande do Sul. O estado vive uma forte estiagem mas havia grande presença de esporos da doença no ar. O caso foi confirmado em Pelotas, em soja plantada na 1º quinzena de outubro e que estava no estádio R7. 

Em Rio Verde (GO) o primeiro caso foi identificado na metade de janeiro em soja plantada na 1ª quinzena de outubro, no estádio R5. Desde então já foram confirmadas 35 ocorrências, sendo o município brasileiro com mais casos. O último foi observado em soja plantada na 2ª quinzena de outubro, no estádio R5, pelo  Grupo Associado de Pesquisa do Sudoeste Goiano.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.