Cavalo Crioulo está na final de Rédeas nos EUA

Agronegócio

Cavalo Crioulo está na final de Rédeas nos EUA

É o único brasileiro na disputa; decisão ocorrerá neste sábado 1/12
Por:
4103 acessos
O cavalo Crioulo Alma de Gato Cala Bassa, criado no município gaúcho de Bagé, conquistou esta semana uma vaga na final no NRHA Futurity – uma das maiores provas de rédea do mundo - que está acontecendo na cidade de Oklahoma, nos Estados Unidos. O título será definido neste sábado (1/12) e poderá ser assistido, a partir das 14h, no site 
www.nrhafuturity.com.

Alma de Gato e seu treinador, o cavaleiro Roberto Jou, formam o único conjunto brasileiro na competição entre mais de 600 inscritos. Com excelente desempenho nas primeiras etapas, a dupla conseguiu ficar entre os 30 primeiros e garantiu lugar na final.

Conforme o vice-presidente de Comunicação e Marketing da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), José Laitano, a estrutura do evento é excepcional. “São 1,3 mil cavalos competindo esta semana, 700 cavaleiros e 300 animais em remate. Pistas como a nossa, no mínimo iguais, deve haver umas sete cobertas para aquecimento mais cerca de mil cocheiras nos galpões”, conta.

Desde o início desta semana, Laitano acompanha de perto o desempenho de Alma de Gato no exterior e afirma estar impressionado com o que a raça está causando no local. “As pessoas se juntam para olhar o vídeo do Freio de Ouro e a busca de informações sobre o cavalo Crioulo é muito grande. Esta vinda para cá não tem dinheiro que pague”, ressalta o gestor.

Preparação
Alma de Gato Cala Bassa foi criado por Marcelo Rezende Móglia, da Cabanha Cala Bassa, e comprado há cerca de dois anos por Sílvio Rickes para competir na modalidade de Rédeas. Desde então o animal vem sendo treinado por Roberto Jou para participar especificamente do NRHA Futurity & Adequan. “Ele tem um temperamento incrível e movimentos naturais. Os esbarros talvez sejam o seu forte”, avalia Jou.

O evento

O NRHA Futurity & Adequan North American Affiliate Championship Show é um evento da elite de rédeas mundial que este ano está acontecendo em Oklahoma City desde o dia 22 de novembro. Entre todas as categorias, são três mil inscritos de aproximadamente 20 países e a premiação total chega a dois milhões de dólares.
Na State Fair Arena – local onde o cavalo brasileiro está competindo – acontece a disputa do Futurity, que é o Potro do Futuro. Neste caso, são quatro níveis na categoria Aberta e a premiação chega a 540 mil dólares. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink