CBSementes destaca inovações tecnológicas em sementes

Sementes

CBSementes destaca inovações tecnológicas em sementes

XX CBSementes realizado em agosto, em Foz do Iguaçu, teve como tema central tema central “Sementes: Novos Desafios e Inovações Tecnológicas”
Por:
61 acessos

O XX CBSementes (CBSementes) realizado em agosto, em Foz do Iguaçu, teve como tema central tema central “Sementes: Novos Desafios e Inovações Tecnológicas”. Promovido pela Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (ABRATES), o evento reuniu representantes da cadeia sementeira e pesquisa de todo o país. O presidente da ABRATES do XX CBSementes, Francisco Krzyzanowski, pesquisador da Embrapa, disse que o evento tratou de assuntos relacionados às inovações tecnológicas, ao mercado e à indústria, à produção, e à sanidade, visando a obtenção de sementes de alta qualidade.

Um dos destaques foi a palestra do coordenador do Comitê de Tecnologias Avançadas da International Seed Testing Association (ISTA), Bert Van Duijin, que apresentou  tecnologias que estão sendo utilizadas: imagem multiespectral e hiperespectral, imagens em Raio X 2D e 3D, medições individuais de respiração de sementes, visualização de descarga de gás, ressonância magnética nuclear e imagem de ressonância magnética.

Biotecnologia - Palestras realizadas durante o XX CBSementes apontaram aspectos regulatórios como gargalo para que soluções cheguem até os agricultores. Para o pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Eduardo de Andrade, a segurança é uma das maiores vantagens dessa tecnologia. “É possível controlar apenas a espécie desejada sem afetar outras, principalmente as benéficas - como espécies que se comportam como inimigos naturais desta praga, ou mesmo polinizadores como abelhas e borboletas. Além disso, pode-se realizar análises preliminares para saber se haverá risco de afetar espécies não-alvo”, disse.

Tecnologia CRISPRs -  O pesquisador da Embrapa Soja, Alexandre Nepomuceno, abordou na palestra Novas Tecnologias de Melhoramento Genético um panorama sobre a tecnologia CRISPR e suas possibilidades de aplicação e impacto para o mercado de sementes nacional.
Descoberta em 2012, a tecnologia CRISPR (do inglês Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats) é considerada revolucionária por permitir a manipulação de genes com maior precisão, rapidez e menor custo. Tornando possível, “olhar as estratégias e adaptações desenvolvidas pela natureza para que sejam utilizadas no desenvolvimento de plantas com características que sejam de nosso interesse”, explicou.

Vigor de sementes - Em busca de assegurar essa qualidade, métodos de análise de sementes seguem em constante evolução e um dos enfoques utilizados pela pesquisa foi o conceito de vigor de sementes. O tema foi abordado pelos pesquisadores Júlio Marcos Filho (USP) e José de Barros França Neto (Embrapa Soja).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink