CCAS participa de Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha

Agronegócio

CCAS participa de Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha

Pesquisadores debatem sobre nutrição x altas produtividades de soja e milho, e rally da safra
Por:
2312 acessos

Pesquisadores debatem sobre nutrição x altas produtividades de soja e milho, e rally da safra 

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) participa do 15º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha, entre os dias 20 e 22 de setembro, no Centro de Eventos da Universidade Federal de Goiás, em Goiânia/GO.

Na ocasião o presidente do CCAS, Antonio Roque Dechen, também Professor da ESALQ/USP e Presidente da Fundação Agrisus, participará do painel 2: Situação do Sistema Plantio Direto no Brasil, com o tema Rally da Safra. No dia seguinte, Ciro Antonio Rosolem, Vice-Presidente de Estudos do CCAS e Professor Titular da Faculdade de Ciências Agrícolas da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (FCA/Unesp Botucatu), participa do paneil 6: Manejo do estresse hídrico em lavouras com alta tecnologia, com o tema Efeitos da nutrição na fisiologia dos estresses para altas produtividades de soja e milho.

“Estamos vivendo um ano complicado para o agronegócio. Primeiro foi o atraso nas chuvas, atrasando a semeadura da safra de verão. Depois a seca de abril/maio, prejudicando o arroz, feijão, soja, algodão e, principalmente o milho de segunda safra. Agora o frio, geada, prejudicando frutas e hortaliças. O resultado é uma safra de grãos um pouco menor que a anterior, uma quebra não só da safra, mas também dos sucessivos recordes batidos ano a ano. Por isso essa atualização constante se faz necessária para os profissionais do agro que, mesmo com técnicas e a ciência desenvolvida, por vezes fica refém de efeitos climáticos”, afirma Rosolem.

“Passa despercebido de grande parte dos consumidores que os alimentos que consumimos são oriundos de uma complexa interação dos fatores: solo x planta e atmosfera, interação essa de intensa complexidade que envolve a fertilidade do solo, que tem que ter os nutrientes que as plantas necessitam, em quantidades equilibradas, ter a disponibilidade de água, formando a solução do solo etc. Participar de eventos como este cooperam para o desenvolvimento do agronegócio brasileiro. O que é fundamental para o nosso Brasil por ser um grande fornecedor de commodities primárias”, avalia Dechen. Atualmente o agro é responsável por 23% do PIB nacional, 33% dos empregos e 40% das exportações no Brasil.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink