Cearense troca carne de gado por frango

Agronegócio

Cearense troca carne de gado por frango

Consumo de carne de frango no Ceará aumentou 10%
Por: -ILO SANTIAGO JR.
1510 acessos
No Ceará, quantidade de frangos abatidos subiu 22,7% no terceiro trimestre em relação a igual período de 2009

Comer carne bovina é comprometer uma parte significativa do orçamento familiar, atualmente. Esta é uma realidade que persistiu praticamente durante este ano inteiro no Estado (e também no País). Sabedor disso, o consumidor tem procurado outras opções para por na mesa. Aves são consideradas substitutas imediatas.

No Ceará, a quantidade de frangos abatidos (por cabeça), por exemplo, cresceu 22,7% no 3º trimestre em relação a igual período do ano passado. Passou de 1.424.187 para 1.746.774 unidades. Em proporção parecida, também avançou o peso das carcaças, que, em similar intervalo, subiu 20,8%, saltando de 3.521 para 4.252 toneladas de frango abatido. Ambos os índices foram os segundos mais altos do Nordeste, atrás apenas do Piauí.Os dados das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o levantamento, no Ceará, o abate de bovino (por cabeça) apresentou leve alta, 2,1%. Em contrapartida, registrou queda que de 2,4% no peso das carcaças por tonelada. Um reflexo da preferência do consumidor cearense pela carne de frango. Segundo o presidente da Associação Cearense de Avicultura (Aceav), João Jorge Reis, a migração do consumidor de carne vermelha para a de frango deve se intensificar neste último trimestre. "Isso é em virtude da exportação de carne bovina, diminuição da oferta e aumento do preço", afirmou.

Para ele, a atividade de avicultura tem uma capacidade muito grande de responder rápido aos estímulos do mercado. "Enquanto a bovino cultura leva três anos para fechar o ciclo do boi, a avicultura encerra em 45 dias", comenta, ressaltando que o preço do frango no Estado estabilizou-se. "O preço está estável, mesmo com o aumento do consumo pela carne de frango ter sido de 10% neste ano", analisou o presidente da Aceav.

João Jorge Reis argumentou que a perspectiva do setor é que o consumo brasileiro de frango também avance 10%, em 2011, e passe dos atuais 40 kg para 44 kg per capita ano.

Outros alimentos

O estudo do IBGE identificou, ainda, retração de 1% na produção de ovos de galinha no 3º trimestre ante igual período de 2009, no Estado.

Também houve leve queda, de 0,8%, no abate de suínos (por cabeça). Por outro lado, aquisição de leite industrializado aumentou 10%, na comparação de julho, agosto e setembro dos dois últimos anos.

No Estado

1% foi a leve retração na produção de ovos de galinha no 3º trimestre de 2010 ante igual intervalo do ano passado

3º TRIMESTRE

Aquisição de leite cresce 6% no País

Rio. A aquisição de leite pela indústria somou 5,191 bilhões de litros no 3º trimestre deste ano, o que representou um aumento de 6,0% na comparação com o terceiro trimestre de 2009; e um avanço de 5,7% ante o 2º trimestre de 2010. A informação foi anunciada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou ontem as Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha referentes ao 3º trimestre.

Com o resultado, o total acumulado no ano de aquisição de leite pela indústria foi de 15,373 bilhões de litros, uma alta de 8,8% comparado ao mesmo período do ano anterior. Ainda segundo o instituto, houve produção de 5,167 bilhões de litros de leite industrializado no 3º trimestre de 2010, o que representou um aumento de 5,6% com relação ao segundo trimestre de 2010 e uma alta 6% com relação ao 3º trimestre de 2009.

Sobre o setor de couro, o IBGE informou que no 3º trimestre de 2010, a aquisição de peças inteiras de couro cru de bovino foi de 6,417 milhões, o que representou uma redução de 6,1% sobre o 3º trimestre de 2009 e um recuo de 2,4% sobre o 2º trimestre de 2010.

No segmento de ovos, o instituto informou ainda que a produção de ovos de galinha foi crescente em todos os meses de 2010 e alcançou 622,499 milhões de dúzias no 3º trimestre de 2010, Alta de 1,8% em relação ao 2º trimestre deste ano; e 4,0% superior ante igual trimestre de 2009.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink