Cenário de preços baixos e fraca demanda da Europa fazem preços do açúcar recuarem nas bolsas
CI
Imagem: Pixabay
MERCADO

Cenário de preços baixos e fraca demanda da Europa fazem preços do açúcar recuarem nas bolsas

Os contratos futuros do açúcar iniciaram a semana em baixa nas bolsas internacionais
Por:

Os contratos futuros do açúcar iniciaram a semana em baixa nas bolsas internacionais, diante de um cenário de preços baixos e fraca demanda na Europa. Com a baixa, os preços atingiram a mínima de três meses.

Na ICE, de Nova York, o contrato para maio/21 foi comercializado em 14,92 centavos de dólar por libra-peso, recuo de 27 pontos no comparativo com a véspera. Já a tela para julho/21 foi comercializada em 14,83 cts/lb. Os demais contratos oscilaram entre baixa de 13 pontos e alta de 1 ponto na tela março/23.

Segundo analistas ouvidos pela Reuters, os sinais gráficos se tornaram mais baixistas após a desvalorização recente da commodity, enquanto a preocupação com o aperto das ofertas no curto prazo diminuiu, devido a um final mais forte do que o esperado na safra da Tailândia, grande exportadora.

"Os fundos, que começaram o ano muito entusiasmados (com o açúcar), parecem estar jogando a toalha à medida que os preços caem e rompem importantes níveis de suporte", disse a consultoria Green Pool em atualização semanal divulgada pela Reuters.

Açúcar branco

Em Londres os contratos fecharam no vermelho nas cinco primeiras telas. No vencimento maio/21 a commodity foi negociada em US$ 431,10 a tonelada, baixa de 6 dólares no comparativo com a sexta-feira. Já a tela agosto/21 caiu 3,90 dólares, negociada em US$ 424,70 a tonelada.

Açúcar cristal

No mercado doméstico o açúcar também começou a semana em baixa pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. Ontem, a saca de 50 quilos foi negociada em R$ 108,12, pequena variação negativa de 0,06% no comparativo com os preços da véspera.

Etanol hidratado

Já o etanol hidratado voltou a subir após uma sequência de mais de duas semanas em queda pelo Indicador Diário Paulínia. Ontem, o metro cúbico do biocombustível foi negociado em R$ 2.340,50, contra R$ 2.302,50 de sexta-feira, valorização de 1,65% no comparativo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink