HF

Cenário industrial de batata é promissor no mercado brasileiro

Consumo desse produto processado no Brasil vem crescendo de forma significativa nos últimos 20 anos
Por:
95 acessos

Atenta à importância e ao crescimento da indústria na cadeia de produção bataticultora no Brasil, a matéria de capa desta edição da Hortifruti Brasil, do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, traz um estudo inédito a respeito dos custos de produção do tubérculo destinado à indústria de batata congelada pré-frita. 


 
O consumo desse produto processado no Brasil vem crescendo de forma significativa nos últimos 20 anos, impulsionado pela mudança de hábitos da população brasileira (que prefere alimentos processados e que tenham preparo cada vez mais rápido) e pelo maior gasto com refeições fora do lar, principalmente em redes de fast food, em que a batata palito é a coadjuvante perfeita dos sanduíches. A batata palito, no formato congelada pré-frita, agiliza o trabalho nas cozinhas industriais (e também nos lares). 

 
Em setembro, parte da equipe se reuniu com produtores e técnicos que produzem batata para processamento do cerrado de Minas Gerais, principal produtora para esse segmento. Os resultados de custo apresentados neste levantamento ainda não são suficientes para ter um diagnóstico final sobre qual é o segmento mais rentável de comercializar o tubérculo: indústria ou in natura. O ideal é que o bataticultor comece a avaliar a alternativa industrial de comercialização, já que o segmento permite um valor pré-fixado e garantia de compra do produto, condições que não são possíveis no mercado de mesa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink