Cenário positivo para a agropecuária projeta bons resultados na Expointer 2014

Agronegócio

Cenário positivo para a agropecuária projeta bons resultados na Expointer 2014

Expositores se mostram confiantes nos resultados da feira
Por:
1377 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Os bons resultados obtidos na safra de verão passada, com preços da soja mantidos em alta e a perspectiva de aumento de importação de carnes por parte da Rússia, criam boas expectativas em relação ao resultado comercial que pode ser obtido na Expointer 2014, principal feira agropecuária do País, que começa no próximo sábado, dia 30 de agostos, em Esteio, Rio Grande do Sul.

Os preços das commodities, soja, milho e arroz, estão se mantendo em níveis muito satisfatórios para o produtor, respaldam o bom ânimo das empresas expositoras. Soma-se a isto, para ajudar ainda mais na composição de um clima positivo, a informação de que os preços pagos ao produtor de leite estão em níveis de remuneração bem positivos e, para a pecuária de corte, estáveis, garantido renda suficiente para investimentos. “Este é um cenário que nos permite projetar um resultado financeiro ao menos igual ao da edição passada”, afirma o Secretário de Agricultura do Estado, Claudio Fiorezi. 

Por conta deste cenário bastante favorável o diretor comercial e de marketing da LS Mtron, André Rorato, empresa sulcoreana proprietária da marca de tratores LS Tractor, disse que a empresa vai apresentar, novamente, os seus diferenciais tecnológicos e, pela primeira vez, toda a linha de produtos. Os modelos destacados para a feira são os P100, P 90 e P80 cabinado, P100, P90 e P80 R, U60 cabinado, U60, R60, R50 e G40. Além disto, terá a presença dos sistemas de financiamento; a LS Finance e o Consórcio LS. 

Outro setor que também deve se favorecer com esta questão dos grãos é o de equipamentos para a armazenagem. Quando a rentabilidade da lavoura é boa, o produtor acaba destinando um percentual para esta área, dentro do orçamento da propriedade. E para dar um empurrãozinho, o Governo Federal lançou o plano de apoio à armazenagem com R$ 25 bilhões de recursos e ainda decidiu retomar o processo de certificação das unidades armazenadoras com prazo inicial de fiscalização iniciando agora em primeiro de março. 

Com isto todos os produtores que possuem silos e armazéns precisarão se adequar a estas normas, onde um dos itens é ter um sistema de exaustão para melhorar a qualidade dos grãos. “Creio que o ânimo positivo criando em torno do setor armazenagem vai ajudar na realização de negócios durante a Expointer”, afirma o diretor da Qualygran, Julio Espel, distribuidor para o RS e SC do Sistema de Exaustão Cycloar, produto que justamente auxilia na manutenção da qualidade dos grãos armazenados. “A Certificação pode fazer uma grande diferença no resultado financeiro final da safra.

Podemos agregar facilmente de 3 a 7% em ganhos, ao eliminar problemas decorrentes do tempo em que o grão fica armazenado”, salienta Espel. Segundo ele os defeitos metabólicos decorrentes deste período como, grãos amarelos, ardidos, cremados, manchados além de ação de insetos, perda de matéria seca, perda de base úmida que são as principais causas para a depreciação do produto no momento da comercialização. “Sem falar do desperdício de energia elétrica por aeração inadequada”, ressalta. 

Bom para a Pecuária - Outro setor que vem otimista para esta edição é o de máquinas para a pecuária. Cada vez mais, a competitividade no setor depende da preparação e distribuição de uma ração eficaz, tanto no aspecto nutricional como técnico e econômico. Fortalecida pela sua experiência na concepção e desenvolvimento de máquinas destinadas à alimentação animal, a Ipacol Máquinas Agrícolas, concebeu um novo misturador de ração agora em formato vertical, que veio ampliar o portfólio da família Tratomix, o Tratomix Vertical Ipacol – VFTM 9.0 produto que veio para atender a um segmento específico de mercado.

O Gerente de Desenvolvimento de Produtos da Ipacol, Carlos A. Antoniolli, diz que a empresa apresenta este produto, pela primeira vez na Expointer, porque aposta em uma nova fase no trato animal com esta opção de misturador vertical, ainda muito pouco utilizado no Brasil e vastamente difundido no hemisfério norte.

Irrigação tem novidade – Estimulados pelo plano do Governo gaúcho de apoio à irrigação, o grupo Fockink vem investindo fortemente na elaboração de novas tecnologias que melhorem o desempenho dos seus pivôs. Conforme diz o coordenador de marketing da companhia, Ragde Paz, a empresa está apresentando na Feira de Esteio, o Sistema Supremo de Irrigação, composto por um novo sistema exclusivo de alinhamento desenvolvido pela fabricante brasileira. Consiste em pivôs que se deslocam sem intermitência.

O equipamento movimenta-se como uma peça única sem efetuar paradas, onde todas as torres andam juntas sempre 100% alinhadas efetuando aplicação contínua de água. Além disto lança também a nova geração de painéis de controle de irrigação com tela de operação touchscreen com software de operação extremamente amigável, interativo e inteligente. E, por fim, o sistema de bombeamento EcoPump que otimiza a utilização de recursos hídricos e, principalmente, confere alto índice de economia na conta de energia elétrica por trabalhar com controle de bombeamento que varia a potência no eixo do motor em função da vazão baseado na topografia da área.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink