Censo Agropecuário paulista será atualizado para ajudar a impulsionar e analisar necessidades do setor

Agronegócio

Censo Agropecuário paulista será atualizado para ajudar a impulsionar e analisar necessidades do setor

Nesta edição, serão incluídas questões relativas à Integração Lavoura-Pecuária-Floresta
Por:
794 acessos

Nesta edição, serão incluídas questões relativas à Integração Lavoura-Pecuária-Floresta

Os técnicos da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), em parceria com os pesquisadores do Instituto de Economia Agrícola (IEA), iniciaram o trabalho de atualização da base de dados do Levantamento Cadastral das Unidades Agropecuárias (Lupa), que corresponde ao censo agropecuário paulista, no ano agrícola 2016-2017.

Esta será a terceira edição do Lupa, que trará informações atualizadas sobre as Unidades de Produção Agropecuária, como o uso e a ocupação do solo; a propriedade e as tecnologias associadas a cada exploração agropecuária; máquinas e equipamentos; benfeitorias e instalações; acesso a programas governamentais e ao crédito rural; além de um cadastro básico informações socioeconômicas dos produtores.

Nesta edição, serão incluídas questões relativas à Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e o Cadastro Ambiental Rural (CAR); caracterização de público com necessidades especiais, para fins de projetos de acessibilidade na área rural; melhor caracterização da mão-de-obra envolvida na produção; participação da agropecuária na renda familiar; e atividades rurais econômicas não-agropecuárias.

“O último levantamento de censo agropecuário feito no Brasil pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi em 2006, e o governo federal adiou a realização de um novo censo previsto para esse ano. Agora, nós vamos fazer o levantamento em todo o Estado de São Paulo para planejar, estimular os produtores rurais e fazer boas parcerias nas várias atividades agrícolas e pecuárias”, informou o governador Geraldo Alckmindurante um evento comemorativo ao Dia do Agricultor, em Adamantina, no dia 28 de julho. 

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, ressaltou que esses dados compilados possibilitarão organizar ações voltadas ao planejamento e direcionamento das políticas públicas”, conforme avaliou o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim. “O setor é um dos que mais tem utilizado a tecnologia, seja em técnicas de produção, manejo e desenvolvimento de novas cultivares e na agricultura de precisão. Por isso, ter uma visão ampla nos dará subsídios para apoiar o pequeno produtor, conforme nos determinou o governador’, disse.

Agilidade e precisão

Para coletar os dados do Lupa junto aos proprietários rurais, os técnicos contarão com 650 microcomputadores de bolso (Personal Digital Assistent - PDA), equipados com GPS de navegação e uma câmera fotográfica com georreferenciamento.

Os aparelhos foram adquiridos com recursos de R$ 4 milhões do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias II – Acesso ao Mercado, e disponibilizados às Casas da Agricultura do Estado. Nesta edição não será aplicado um questionário; as informações serão atualizadas com base nos formulários já preenchidos nas edições anteriores.

Criado na década de 1990, o Lupa tem servido como base para diversas ações práticas implementadas pela Secretaria, como por exemplo, a identificação das áreas que seriam deixadas vagas pela migração da cultura da cana-de-açúcar em áreas tradicionais no Estado e as possibilidades de introdução de novas atividades agropecuárias e como alternativas aos produtores locais, após a recuperação de áreas degradadas, pelo Projeto Integra SP.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink