Centro das Indústrias de Curtumes mostra projeto de exportação

Agronegócio

Centro das Indústrias de Curtumes mostra projeto de exportação

O objetivo é fomentar as exportações brasileiras de couros e dinamizar o intercâmbio comercial
Por: -Admin
2 acessos

Para fomentar as exportações brasileiras de couros e dinamizar o intercâmbio comercial entre importadores e exportadores, o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) promove, com apoio da Agência de Promoção das Exportações do Brasil (Apex), o Projeto Comprador, durante a 29ª edição da Fimec 2005 – Feira Internacional de Couros, Químicos, Componentes e Acessórios, Equipamentos e Máquinas para Calçados e Curtumes.

A mostra que será realizada de 19 a 22 de abril, em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, maior cluster calçadista do mundo, é uma das três maiores feiras do setor em nível mundial. Segundo a coordenadora do programa, Cristina Kopschina, o Projeto Comprador do CICB está trazendo dezesseis importadores da França, Índia, Indonésia, Polônia, Vietnã e Omã. “Esses países apresentam enorme potencial de mercado, principalmente no segmento de peças semi-acabadas e acabadas, que agregam maior valor às nossas exportações”, explica.

A Fimec 2005 espera receber mais de 55 mil visitantes brasileiros e estrangeiros interessados em conhecer as novidades em couros, máquinas e componentes para calçados. O número de empresas estrangeiras deste ano será 12% maior. Serão expostas 1.550 marcas de 23 países, em dez pavilhões do Parque de Exposições da Fenac – 36 mil metros quadrados.

A mostra que pretende tornar-se a maior do setor, em âmbito mundial, também terá em sua programação, além das novidades na área tecnológica, palestras, exposições, oficinas e o lançamento de cartelas de cores e guias de tendências da moda para o verão 2006.

O CICB apóia mais esta iniciativa da cadeia produtiva do couro, atividade que congrega mais de 7 mil indústrias, que emprega mais de 500 mil pessoas e que respondeu por exportações da ordem US$ 4 bilhões no ano passado. As informações são da assessoria de imprensa da CICB.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink