Centro-Sul processa mais cana do que o esperado

ESTIMATIVAS

Centro-Sul processa mais cana do que o esperado

"Identificamos que as usinas têm direcionado o máximo de cana à produção de etanol"
Por: -Leonardo Gottems
295 acessos

A região Centro-Sul do País driblou o veranico entre dezembro e janeiro e a ocorrência de geadas e conseguiu processar mais cana do que o esperado, segundo informações divulgadas pela consultoria INTL FCStone. Nesse cenário, com expectativa de moagem atingindo 583,3 milhões de toneladas, esse valor representa um crescimento anual de 1,8% e de 9,1 milhões de toneladas ante à estimativa anterior, divulgada em maio. 

Em relação ao ATR médio das lavouras, após os níveis recordes na temporada passada, espera-se retração de 1,8% no comparativo anual, finalizando a safra em 135,4 kg/t, devido à maior umidade nos últimos 12 meses. “Quando analisamos o ATR total, é possível observar que o crescimento do TCH compensou quase que integralmente o menor ATR da cana”, explica o analista de mercado da INTL FCStone, Matheus Costa. Assim, espera-se que 79,0 milhões de toneladas de açúcares recuperáveis sejam processados no ciclo corrente, retração anual de 0,1%. 

“Ao longo de nosso Giro de Safra, em que percorremos cerca de 6.500 km ao redor de algumas das principais mesorregiões canavieiras, identificamos que as usinas têm direcionado o máximo de cana à produção de etanol, uma vez que os preços do biocombustível se mostram mais favoráveis ante aos valores oferecidos para o açúcar”, relata Costa. 

Ao contrário do que era esperado no começo do ano, o açúcar vem perdendo ainda mais espaço em comparação com o ano passado, levando a consultoria a reduzir a projeção de mix açucareiro do Centro-Sul para 34,7%. Essa proporção é 0,5 ponto percentual menor ante ao recorde dos últimos vinte anos registrado em 2018/19, bem como 2,4 p.p. inferior ao valor apresentado na estimativa de maio. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink