Cerradinho anuncia antecipação de safra

Agronegócio

Cerradinho anuncia antecipação de safra

Usina antecipou safra com utilização de sorgo sacarino
Por:
258 acessos
Usina antecipou safra com utilização de sorgo sacarino

A Usina Cerradinho de Catanduva anunciou que pretende antecipar o início de sua safra com a utilização de etanol a partir de sorgo sacarino. A empresa, que é mantida pela unidade do Noble Group, desenvolveu experiência inédita no mundo. Segundo a empresa Monsanto, a companhia cultivou 1,2 mil hectares da variedade híbrida, capaz de gerar açúcar para a produção de álcool e biomassa para cogeração de energia elétrica.


Ainda de acordo com a Monsanto, mesmo com problemas de clima e de adaptação, a unidade tem a expectativa de produzir 1,4 milhão de litros de álcool nesta entressafra de cana-de-açúcar, fato que reforça a aposta no sorgo sacarino como alternativa para a oferta de álcool em um período de escassez do combustível.

De acordo com a Monsanto, a planta é colhida com as mesmas máquinas utilizadas para retirar cana-de-açúcar e o processamento nas usinas depende apenas de alguns ajustes para a produção de etanol. Após o período de sete anos, a primeira variedade brasileira de sorgo sacarino criado pela Monsanto está em 12 mil hectares em dez usinas que mantém parcerias da companhia em cinco estados.


O sorgo sacarino tem produtividade esperada de 60 toneladas a 80 toneladas por hectare, 12% de teor de açúcar e entre 11% e 15% de fibra. Já a cana-de-açúcar tem produtividade média de 120 t/ha, entre 13% e 14% de açúcar e até 12% de fibras. Além de ser uma cultura perene, a cana tem como vantagem a produção média de 145 quilos de açúcar por tonelada processada, contra entre 110 e 125 kg de açúcar do sorgo.



O que é?

O sorgo é o quinto cereal mais importante no mundo, antecedido pelo trigo, o arroz, o milho e a cevada. É alimento humano em muitos países da África, do Sul da Ásia e da América Central e importante componente da alimentação animal nos Estados Unidos, na Austrália e na América do Sul. Os grãos do sorgo são úteis na produção de farinha para panificação, amido industrial e álcool e como forragem ou cobertura de solo.


O sorgo é de origem africana, mas não muito cultivado no seu continente de origem. Foi introduzido no Brasil em meados do século XX, tendo como principais regiões produtoras São Paulo e o Rio Grande do Sul.

Biomassa

Na definição de biomassa para a geração de energia excluem-se os tradicionais combustíveis fósseis, embora estes também sejam derivados da vida vegetal (carvão mineral) ou animal (petróleo e gás natural), mas são resultado de várias transformações que requerem milhões de anos para acontecerem. A biomassa pode considerar-se um recurso natural renovável, enquanto que os combustíveis fósseis não se renovam em curto prazo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink