CerradinhoBio cria divisão de negócios para produtos derivados do milho
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,806 (4,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,62 (-0,44%)

Imagem: Leonardo Gottems

DERIVADOS

CerradinhoBio cria divisão de negócios para produtos derivados do milho

A criação da Neomille está diretamente ligada ao investimento de R$ 280 milhões na construção da unidade de processamento
Por:
766 acessos

A CerradinhoBio dá mais um passo para ampliar sua atuação no mercado de bioenergia diversificando suas fontes de matéria-prima e o portfólio de produtos. A empresa apresenta a sua subsidiária Neomille, que passa a ser responsável pelo processamento de milho, produção de etanol de milho e componentes para ração animal.

A criação da Neomille está diretamente ligada ao investimento de R$ 280 milhões na construção da unidade de processamento de milho para produção de etanol e suprimentos para ração animal a partir do milho. A unidade, já em operação, produzirá em média anualmente, 245 milhões de litros de etanol hidratado, 175 mil toneladas de DDGS e 7 mil toneladas de óleo, moendo cerca de 580 mil toneladas de milho.

Segundo Paulo Motta, presidente da CerradinhoBio, esse é mais um movimento importante na estratégia de crescimento da Empresa. "O negócio etanol de milho gera e distribui valor; cria e fortalece parcerias no campo. A Neomille oferta uma opção competitiva para nutrição animal do Centro-Sul e Sudeste do país; e ainda amplia as alternativas na nossa região para comercialização do milho que, antes era predominantemente exportado e agora dobra de valor na cadeia com a produção de DDGs e óleo, além do etanol um combustível limpo e renovável”, destaca.

Reforçando os valores institucionais de compromisso com meio ambiente e a sustentabilidade, a unidade de produção da Neomille adota a mais alta tecnologia disponível para o processamento do milho sem gerar qualquer resíduo. Ela cria, também, oportunidades para o plantio de biomassa, como por exemplo o eucalipto, utilizadas na cogeração e energia renovável. O plantio de biomassa é mais uma opção de diversificação para o agricultor e uma ótima solução para recuperação de áreas degradadas.

A Neomille produz o Neo30 que aproveita todo o valor proteico do milho para nutrição animal, na forma de DDGs. “Além de ser um produto seco e rico em proteínas, o Neo30 está disponível durante todo o ano, assegurando um abastecimento regular e contínuo, não sendo necessário estocar grandes quantidades para suprimento durante todo o ano. Quem optar pelo Neo30 terá grandes benefícios", enfatiza Motta.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink