China: Importações de soja podem subir até 6% em 2011
CI
Agronegócio

China: Importações de soja podem subir até 6% em 2011

Estimativas apontam que o consumo de soja na China aumenta ano após ano
Por:

As importações de soja pela China, maior comprador mundial da commodity, podem vir a crescer até 6% em 2011, impulsionadas pelo aumento do poder de compra dos cidadãos, bem como pela migração da população rural para as cidades, afima pesquisa de uma instituição norte-americana.

Estimar um volume de 50 milhões de toneladas em importações da oleaginosa “poderia ser algo conservador”, afirmou na última terça-feira (29/06), Phillip Laney, diretor do Conselho Americano para Exportação de Soja - US Soybean Export Council. “Não devem ser 60 milhões de toneladas, mas 51 ou 52 milhões”, afirmou Laney ao se referir à média do quanto deve ser importado pelo ‘gigante asiático’.

Estimativas apontam que o consumo de soja na China aumenta ano após ano, entre 7% e 9%, seguindo o crescente ritmo de urbanização do país. Há cerca de 30 anos, um quinto da população chinesa vivia no campo, contra quase metade de seu total, em 2010.

Os números refletem o crescimento e a necessidade de mão-de-obra da indústria chinesa, que recruta trabalhadores em todas as partes do país.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.