China começa a se recuperar da PSA
CI
Imagem: Divulgação
MUNDO

China começa a se recuperar da PSA

Isso pode levar a um aumento na demanda de cereais e ração
Por: -Leonardo Gottems

A China começou a se recuperar do surto de peste suína africana (PSA) iniciado em 2018, que levou ao abate de aproximadamente metade do rebanho suíno do país, segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Nesse cenário, prevê-se que a demanda geral de ração se recupere para o nível 2017/2018 em cerca de 214,5 milhões de toneladas. 

É esperado que o consumo de alimentos e resíduos da China para grãos e trigo com qualidade de alimentos em 2020/2021 aumente em quase 5% em relação ao ano anterior. O USDA projeta um aumento de 9,5 milhões de toneladas com base no repovoamento projetado de suínos e forte crescimento nos setores de aves e ruminantes. 

O USDA vê a produção chinesa de milho em 2020/2021 em 250 milhões de toneladas, uma queda de 4% em relação ao ano anterior. Ele observou que o declínio é atribuído principalmente ao impacto da lagarta do outono e à área plantada reduzida. 

“Prevê-se que o consumo de milho caia 2 milhões de toneladas em comparação com o relatório anterior, já que os altos preços do milho e uma oferta inadequada de milho de boa qualidade devem pressionar as usinas a usarem trigo e sorgo", disse o USDA. “Os preços do milho subiram na planície do norte da China devido a uma escassez de oferta regional, aliada a estoques e especulação de preços por traders fora da região. Além disso, o reabastecimento robusto do setor de suínos e a importação insuficiente de milho elevaram os preços do milho. Em resposta ao aumento dos preços, o governo iniciou as vendas a partir da reserva temporária de milho do estado em maio e deve leiloar o restante da reserva temporária durante 2019-20", completou. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink